Publicidade

Taylor Swift é vítima de pornografia com IA e deve processar autores

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 26 de Janeiro de 2024 às 12h27

Link copiado!

AMC
AMC

Uma série de imagens pornográficas falsas e criadas com IA da cantora Taylor Swift foram publicadas em redes sociais como X (antigo Twitter), Reddit e Facebook. Muitas imagens e contas foram removidas após movimentação dos fãs para denúncia dos posts e, de acordo com o site DailyMail, a artista cogita processar os autores.

O conteúdo começou a viralizar no início da semana (e obviamente as imagens não serão exibidas aqui) e logo em seguida chamou a atenção de fãs, que criaram a tag “Protect Taylor Swift” (“Proteja Taylor Swift”, em tradução livre), presente nos assuntos do momento da rede. A mobilização incentivou que as pessoas denunciassem as contas responsáveis para remoção das imagens.

Continua após a publicidade

Publicar nudes não autorizados é crime

A prática de expor nudes ou imagens sensuais sem consentimento é crime no Brasil. O artigo 216-B do Decreto Lei nº 2.848 afirma que é proibido “produzir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, conteúdo com cena de nudez ou ato sexual ou libidinoso de caráter íntimo e privado sem autorização dos participantes”.

Além disso, tramita no Senado um projeto de lei que criminaliza o uso de ferramentas de inteligência artificial para criar conteúdo erótico sem permissão, com multa e pena de um a quatro anos de prisão.

Continua após a publicidade

Publicar esse tipo de conteúdo também vai contra as diretrizes das redes sociais e pode resultar no banimento das contas. O Reddit informou que detectou e deletou uma comunidade que publicava os deepfakes da cantora, enquanto o X removeu conteúdos após a série de denúncias.

Cantora pode processar perfis

O site DailyMail informa que Taylor Swift estuda processar as contas responsáveis pela difamação. De acordo com a reportagem original, uma fonte próxima à cantora afirma que “tomar uma ação legal ou não ainda está sendo decidido, mas uma coisa é clara: essas imagens falsas geradas por IA são abusivas, ofensivas, exploradoras e feitas sem o consenso de Taylor".

Além disso, a fonte revela que o circulo de família e amigos da artista estaria “furioso” com a situação.

Continua após a publicidade

O que fazer nesses casos?

Caso você encontre algum tipo de deepfake não consensual e com o objetivo de constranger uma pessoa, é possível denunciar a publicação através das próprias redes sociais: a ação é enviada ao suporte da respectiva plataforma, que pode tomar providências para excluir a publicação ou a conta.

Também é possível coletar evidências do crime e registrar um BO digital para enviar o relato a autoridades policiais.

Fonte: DailyMail