Publicidade

Google Bard terá gerador de imagens por inteligência artificial

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 18 de Janeiro de 2024 às 18h02

Link copiado!

Divulgação/Google
Divulgação/Google
Tudo sobre Google

O Google Bard pode receber uma função de gerar imagens por inteligência artificial ainda nesta semana. Pelo menos, é o que aponta um registro de atualizações da tecnologia vazado na rede social X, que indica o início do funcionamento de um sistema que criaria as cenas a partir de prompts de texto dados pelo usuário.

De acordo com o que foi publicado pelo Insider Dylan Roussel, a novidade poderia chegar até mesmo nesta quinta, ainda que em caráter experimental. O funcionamento, na descrição do Google, seria semelhante ao de outras IAs generativas do tipo, como o DALL-E, criando “imagens cativantes para trabalho, diversão ou outro propósito por meio do Bard”.

Enquanto Roussel aponta que a data de atualização pode ser alterada, a aposta é que o chatbot do Google usará o sistema Imagen, da própria empresa. A tecnologia de difusão promete gerar imagens mais naturais e verossímeis, além de fiéis ao que foi pedido pelo usuário, por usar o que a gigante chama de “distribuição natural” de seus dados de treinamento, em vez de modelos pré-programados.

Continua após a publicidade

"De volta para o futuro? Eis o que está chegando ao Bard... amanhã. A geração de imagens com o Bard usará a Imogen, tecnologia de difusão do Google para converter textos em imagem. Importante: o conteúdo deste registro de atualização pode ser modificado até o lançamento oficial."

Na prática, isso significa que o Google Bard pode se tornar melhor do que outros sistemas da concorrência no entendimento do contexto de cada prompt do usuário, bem como o peso a ser empregado em cada detalhe pedido por ele. A empresa também deu destaque a rostos realísticos e mãos sem deformidades, elementos que costumam ser o calcanhar de Aquiles das inteligências artificiais generativas.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Busca do Google também pode gerar imagens

É importante não confundir o recurso, que ainda não chegou ao Bard mas pode dar as caras em breve, com outra ferramenta do próprio Google. Em outubro, a empresa anunciou que sua ferramenta de pesquisa também seria capaz de gerar imagens a partir de pedidos dos usuários, ainda que neste caso, a tecnologia tenha limitações maiores.

Apenas quatro cenas podem ser criadas por vez, com limite diário de uso. As imagens não exibem rostos realísticos, pessoas famosas ou personagens conhecidos, bem como materiais que possam ser considerados enganosos, abusivos ou prejudiciais. Ainda, nesse sentido, o Google introduz uma marca d’água invisível que marca aquele conteúdo como criado por IA.