Publicidade

ChatGPT Plus testa ler arquivos em PDF e outros formatos

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 30 de Outubro de 2023 às 16h56

Link copiado!

Rolf van Root/Unsplash
Rolf van Root/Unsplash

O ChatGPT testa um novo recurso que permite ao chatbot ler e resumir documentos PDF e outros formatos de arquivo. A novidade chega de forma gradual para assinantes da versão paga da IA, o ChatGPT Plus, através da seção de ferramentas em Beta, e não tem previsão de lançamento para o público geral.

A função pode ser aplicada para destacar os pontos mais importantes de um relatório, resumir uma obra literária ou cruzar as informações de uma planilha, por exemplo.

Segundo a nota sobre a atualização do aplicativo, é possível fazer o upload de arquivos em qualquer formato e realizar perguntas a respeito do material.

Continua após a publicidade

Recursos Beta no ChatGPT Plus

Os assinantes do ChatGPT Plus precisam acionar a ferramenta de envio de arquivos dentro das configurações do aplicativo. Dentro da seção “recursos Beta”, há a opção para permitir a “análise avançada de dados”.

Ao ativar essa função, um novo campo fica disponível para carregar arquivos. Além disso, esse modo habilita o chatbot para escrever e executar códigos em linguagem de programação Python.

Continua após a publicidade

O ChatGPT testa também um recurso para identificar automaticamente a melhor ferramenta de operação, incluindo a análise avançada de dados, a IA para gerar imagens DALL-E e a consulta online na web. Assim, os assinantes não precisam informar manualmente qual modelo querem usar em cada consulta no chatbot.

Essas novidades estão sendo disponibilizadas aos poucos para assinantes do ChatGPT Plus e podem não funcionar corretamente nesta fase de testes. Há relatos de usuários que não conseguiram extrair análises de documentos devido ao tipo de formatação dos arquivos, por exemplo.

Melhorias no ChatGPT

Nas últimas semanas, o ChatGPT ganhou outras atualizações que tornaram a IA mais prática e eficiente. Os assinantes das versões Plus e Enterprise receberam primeiro o acesso à pesquisa na internet em tempo real, dando fim ao limite de conteúdo postado até setembro de 2021.

Continua após a publicidade

Outra novidade lançada na versão paga foi o suporte a comandos de áudio ou por imagem, o que ampliou as possibilidades de interação entre os assinantes e a IA generativa.