Qualcomm lança segunda geração do Snapdragon 7c para notebooks baratos

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 24 de Maio de 2021 às 18h30
Qualcomm

Algumas semanas após os primeiros rumores, a Qualcomm oficializou, nesta segunda-feira (24), a segunda geração do chipset Snapdragon 7c, desenvolvido para notebooks Windows e ChromeOS. A plataforma é uma alternativa ARM para laptops e traz pequenas melhorias para a primeira geração, anunciada em dezembro de 2019.

A Qualcomm descreve o chipset como uma plataforma de nível de entrada para PCs sempre conectados e Chromebooks. A nova geração, chamada simplesmente de Snapdragon 7c Gen 2 tem desempenho 10% melhor, comparado a sistemas com especificações semelhantes, e oferece até 19 horas de autonomia de bateria. Ainda traz conectividade 4G/LTE, Wi-Fi dual-band e Bluetooth 5.0.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

“O desempenho, a eficiência e a conectividade das plataformas de computação Snapdragon combinadas com o design e a engenharia da Lenovo aumentaram a experiência do usuário nas necessidades do consumidor e da empresa”, avaliou a diretora de marketing do Intelligent Devices Group da Lenovo, Emily Ketchen. “Esperamos lançar novos dispositivos Lenovo com a plataforma de computação Snapdragon 7c Gen 2 ainda este ano, e muitos mais anos de forte colaboração na inovação do futuro da computação juntos”, completou.

Segundo a Qualcomm, a segunda geração do Snapdragon 7c deve começar a chegar em notebooks no terceiro trimestre de 2021, ou seja, entre julho e setembro.

Snapdragon 7c Gen 2: plataforma para notebooks mais baratos

Chipset foi desenvolvido para notebooks baratos (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

É bom já deixar claro que a ideia do Snapdragon 7c não é competir em pé de igualdade com o Apple M1, mas sim oferecer portabilidade para notebooks de entrada e intermediários. São dispositivos bem mais baratos do que um MacBook, desenvolvidos para atender as necessidades mais comuns do dia a dia, como navegar na internet, criar e abrir planilhas e afins.

As especificações incluem processador de oito núcleos Kryo 468 de 64-bits, que operam em velocidade de até 2,55 GHz, GPU Adreno não especificada, modem Qualcomm Snapdragon X15 LTE com suporte para redes 4G LTE integrado, suporte ao Wi-Fi dual-band com protocolo de segurança WPA3 e tecnologia Qualcomm FastConnect, que oferece mais velocidade e estabilidade nas conexões sem fio.

Com relação a memória, o Snapdragon 7c Gen 2 é compatível com memória RAM LPDDR4x, armazenamento nos padrões eMMC 5.1 e UFS 5.1. O chipset ainda tem processador de sinal de imagem Spectra 255 e aguenta duas câmeras de até 16 MP com Zero Shutter Lag (ZSL), ou uma câmera de até 32MP também com ZSL.

Para o display, é possível utilizar resolução QXGA ou Full HD com taxa de atualização de 60 Hz, e suporta monitores externos até Quad HD com a mesma taxa de atualização. A plataforma pode reproduzir vídeos 4K HDR10, com suporte aos codecs H.265, H.264 e VP9, enquanto em áudio traz compatibilidade com codecs Qualcomm Aqstic, aptX e aptX HD.

Por fim, o Snapdragon 7c inclui também suporte ao Hypervisor do Windows 10, ou seja, pode rodar recursos de segurança virtualizados e administradores de TI poderão gerenciar o notebook em ambientes corporativos com facilidade.

Snapdragon 7c Gen 2 possui soluções de segurança para ambientes corporativos (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

Kit para desenvolvedores

Para ajudar os desenvolvedores a criarem aplicativos otimizados para suas plataformas de PCs sempre conectados, a Qualcomm também anunciou o lançamento do Snapdragon Developer Kit. Ele foi construído em colaboração com a Microsoft e permite desenvolver baseado no Windows 10 on ARM, de modo que os desenvolvedores possam verificar e validar suas soluções para funcionarem corretamente nestes notebooks.

“Este kit de desenvolvedores fornece uma alternativa acessível para outros dispositivos de consumo e comerciais. Com uma pequena configuração de desktop, este kit oferece aos desenvolvedores mais flexibilidade do que as opções de notebook e a um preço mais baixo”, disse o diretor sênior de gerenciamento de produtos da Qualcomm Technologies, Inc, Miguel Nunes. “Continuamos comprometidos em ajudar os desenvolvedores a atender às solicitações dos clientes, ao mesmo tempo em que reduzimos o custo geral de implantação”, finalizou o executivo.

Snapdragon Developer Kit permite aos desenvolvedores otimizarem soluções para plataformas da Qualcomm (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

Preço e disponibilidade

A Qualcomm não falou em preço, pois depende do posicionamento de cada fabricante para o produto que levar o Snapdragon 7c Gen 2 em seu interior, mas prevê que os primeiros notebooks com a plataforma chegam ao mercado no verão do hemisfério norte, ou seja, entre julho e setembro de 2021. A Lenovo deve ser uma das primeiras a utilizar o chipset, visto que participou do evento de lançamento.

Fonte: Qualcomm (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.