O que significa memória reservada para hardware?

O que significa memória reservada para hardware?

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 21 de Maio de 2022 às 13h00
Jeremy Bezanger/Unsplash

A memória RAM é um dos componentes mais importantes de qualquer computador. Então, o uso da memória reservada para hardware pode causar dúvidas em alguns usuários, mas o Canaltech está aqui para explicar a função desse recurso.

A memória reservada para hardware pode ter influência no desempenho de jogos e softwares de edição (Imagem: Daniel Leżuch/Unsplash)

Para que serve a memória reservada para hardware?

A memória RAM reservada para hardware costuma ser usada por outros componentes do computador. Isso é comum em máquinas com placas gráficas integradas, visto que a RAM do PC e a VRAM da GPU trabalham em conjunto para fornecer o recurso de “VRAM compartilhada”.

Caso o computador não tenha RAM reservada o suficiente, isso pode causar problemas ao executar certas tarefas relacionadas a gráficos. Por exemplo, o PC pode não conseguir rodar games ou softwares gráficos que exigem demais da memória.

Ao mesmo tempo, máquinas com placas gráficas independentes também podem fazer uso da VRAM compartilhada. Isso acontece quando a memória dedicada da GPU não é suficiente para rodar um jogo ou executar determinados softwares de edição.

Causas para a memória reservada estar alta

É importante dizer que os computadores sempre terão uma parte da memória RAM dedicada para o hardware. Alguns ajustes podem deixar esse número o mais baixo possível, mas o usuário nunca vai conseguir “zerar” essa conta.

Por outro lado, ter uma grande porcentagem ou mais da metade da memória RAM reservada para o sistema pode ser um indicativo de que o computador tem algum problema de configuração. Conheça algumas possíveis causas:

As informações sobre a arquitetura do sistema operacional e a RAM reservada para hardware estão no Painel de Controle (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Arquitetura do Sistema

O usuário deve verificar se o computador está usando um sistema operacional de 64 bits em conjunto com um processador com base em x64. Caso o SO use a versão de 32 bits, isso indica que a arquitetura está errada.

Por exemplo, a versão do Windows 10 de 32 bits tem apenas suporte para 4 GB de RAM. Caso a GPU do computador exija o uso de 1 GB de RAM, o sistema trabalhará com apenas os 3 GB restantes.

Essas informações podem ser checadas no campo “Especificações do Dispositivo” na área “Sobre” dos computadores com Windows 10. Basta abrir o Menu Iniciar (botão Windows) e pesquisar “Sistema” para acessar essa seção do Painel de Controle.

Se o sistema operacional estiver com a arquitetura incorreta, é preciso reinstalar o Windows com a versão de 64 bits. Esse processo pode ser realizado sem comprometer a licença do usuário da máquina através do site oficial da Microsoft.

As configurações da Memória Máxima podem limitar a RAM reservada para o hardware (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Configuração da Memória Máxima

Outro fator que influencia no aumento da memória reservada para o hardware é a configuração incorreta da Memória Máxima. Quando esse recurso é ativado, ele pode determinar a quantidade de RAM que será dedicada para o uso do sistema.

Para resolver essa questão, é preciso seguir os seguintes passos:

  1. Abra o “Executar” (Botão Windows + R) e digite “msconfig” (sem aspas);
  2. No menu “Configuração do Sistema”, clique na aba “Inicialização do Sistema”;
  3. Em seguida, clique em “Opções Avançadas…”;
  4. Caso a opção “Memória Máxima" estiver ativada, desmarque a caixa de seleção;
  5. Então, clique em “OK” e depois em “Aplicar”;
  6. Para concluir, reinicie a máquina.

Vale citar que esse mesmo processo pode resolver o problema da memória reservada para o hardware muito baixa. Ao alterar a configuração, o computador não terá nenhum tipo de “limitador” da RAM dedicada.

Em alguns casos, o problema com a memória reservada para hardware pode estar relacionado aos componentes do PC (Imagem: Valentine Tanasovich/Pexels)

Módulo de Memória RAM

Problemas no módulo da memória RAM também interferem na quantidade de memória reservada para hardware, tanto para mais quanto para menos. Para os usuários de desktops, a recomendação é verificar se as peças estão encaixadas corretamente ou se os slots estão com defeitos.

Uma dica é realizar um “Teste A-B” e iniciar o computador com apenas um módulo de cada vez. Assim, é possível identificar se alguma das peças ou slots estão com problemas e substituí-los.

Infelizmente, os donos de notebooks com pouca experiência em hardware não têm como realizar esse teste de verificação dos componentes. Com isso, a sugestão é procurar a assistência especializada da fabricante.

Conseguiu entender o que é memória reservada para hardware e qual é a utilidade do recurso? Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com outras pessoas que possam ter interesse nesse tema!

Fonte: Guia Informatica, Sangi Market, C4re

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.