Nvidia lança RTX 2060 de 12 GB com preço elevado e alto poder de mineração

Nvidia lança RTX 2060 de 12 GB com preço elevado e alto poder de mineração

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 07 de Dezembro de 2021 às 16h07
Reprodução/Nvidia

A Nvidia enfim trouxe ao mercado nesta terça-feira (7) a nova GeForce RTX 2060 com 12 GB de memória. A novidade, vazada por diversas vezes nos últimos meses, não apenas dobra a capacidade de RAM do modelo original, como também adota um chip mais potente, nas mesmas configurações da RTX 2060 SUPER. Apesar disso, as notícias não são exatamente boas para o público gamer, a quem a placa deveria atender.

Nvidia lança GeForce RTX 2060 de 12 GB

Como já apontavam os vazamentos, a nova versão da RTX 2060 chega como um híbrido do modelo original e a variante SUPER. A novidade é equipada com chip TU106-300, basicamente idêntico ao da RTX 2060 SUPER, com 2.176 núcleos CUDA, 136 Tensor Cores para DLSS e outros recursos de IA, e 64 RT Cores para Ray Tracing.

A solução traz clock base de 1.470 MHz e atinge por padrão boost de 1.650 MHz, ainda que modelos customizados mais encorpados possam levar as velocidades um pouco além. Um dos destaques, a VRAM traz 12 GB de capacidade no protocolo GDDR6 com velocidade de 14 Gbps, e é o ponto de similaridade com a RTX 2060 padrão, por adotar interface de 192-bit, resultando assim em uma largura de banda de 336 GB/s.

Zotac GeForce RTX 2060 12 GB Twin Fan (Imagem: Reprodução/VideoCardz)

O conjunto entrega poder computacional de cerca de 7,2 TFLOPs, número razoável que deve entregar boa performance em Full HD, mas que a coloca significativamente abaixo da RTX 3060 e da rival Radeon RX 6600, que atingem pouco mais de 12 TFLOPs e 8,9 TFLOPs, respectivamente. O consumo é de 185 W, pouco maior que o da RTX 2060 SUPER em virtude do aumento de RAM, enquanto a alimentação é feita por um conector de 8 pinos.

É importante destacar que a placa suporta apenas velocidades do barramento PCI-E 3.0 e não conta com função Resizable BAR, que permite ao processador ter acesso direto e total à VRAM. Isso acontece porque a solução utiliza a arquitetura Turing, mais antiga, que não traz suporte a PCI-E 4.0 e outros recursos relacionados presentes na série RTX 3000.

Gigabyte GeForce RTX 2060 12 GB WindForce (Imagem: Reprodução/VideoCardz)

A RTX 2060 de 12 GB não contará com versão Founder's Edition, chegando exclusivamente em modelos customizados de fabricantes parceiras, incluindo ASUS, MSI, Gigabyte, Inno3D, Zotac, Palit e outras.

Forte apelo para criptomineradores

Há ainda outro ponto bastante preocupante: o desempenho da GPU na criptomineração. Justamente por estar utilizando uma arquitetura antiga, a RTX 2060 de 12 GB não traz as otimizações feitas pela Nvidia nos modelos LHR (Low Hash Rate) e, portanto, pode ter todo o potencial explorado por mineradores.

O portal PCMarket, de Hong Kong, conseguiu colocar as mãos em uma unidade customizada da Zotac, comprovando as más notícias. Mesmo que tenha um desempenho em games razoavelmente competitivo com as soluções de entrada mais atuais, incluindo a RX 6600 XT e a própria RTX 3060, a nova placa não possui nenhuma limitação quanto à criptomineração, e atua de maneira extremamente eficiente nesse quesito.

A nova RTX 2060 de 12 GB é extremamente eficiente em criptomineração, o que gera preocupações em relação a preços e disponibilidade (Imagem: PCMARKET)

A nova RTX 2060 entrega 31,65 MH/s, contra 22,17 MH/s da RTX 3060 e 28,75 MH/s da RX 6600 XT, perdendo apenas para a RTX 2070 SUPER, que oferece 36,29 MH/s. Ainda assim, o lançamento é mais eficiente, calculando mais Hashes por Joule do que a 2070, o que a tornaria uma opção mais atraente para mineração.

Resta agora saber se isso afetará a disponibilidade e, mais importante, o preço, ou se a novidade cumprirá sua proposta realmente chegando às mãos do público gamer.

Preço e disponibilidade

A Nvidia GeForce RTX 2060 de 12 GB já está à venda no exterior, mas não teve um preço sugerido estipulado pela Nvidia. Diante disso, não é difícil encontrá-la por valores bastante salgados para a proposta, que partem de 570 euros (~R$ 3.610) e atingem os 700 euros (~R$ 4.430). No Brasil, a placa ainda não é encontrada, mas caso siga a tendência vista em outros países, não espere encontrar a novidade por menos de R$ 4.000

Nvidia GeForce RTX 2060 12 GB: ficha técnica

  • GPU: TU106-300
  • CUDA Cores (Núcleos): 2.176
  • Tensor Cores (IA): 136
  • RT Cores (Ray Tracing): 64
  • Frequências: 1.470 MHz (Base), 1.650 MHz (Boost)
  • Poder computacional (FP32): 7,2 TFLOPs
  • Memória VRAM: 12 GB GDDR6
  • Interface da memória: 192-bit
  • Velocidade da memória: 14 Gbps
  • Largura de banda: 336 GB/s
  • Consumo: 185 W
  • Alimentação: 1x conector de 8 pinos

Fonte: WCCFTech, VideoCardz

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.