Memórias RAM podem ficar ainda mais caras

Memórias RAM podem ficar ainda mais caras

Por Guilherme Sommadossi | Editado por Jones Oliveira | 25 de Maio de 2021 às 11h28
Crucial

De acordo com um relatório da DigiTimes, as memórias RAM de computadores e outros dispositivos devem passar por uma nova alta de preço. A projeção é de que os componentes fiquem de 10% a 25% mais caros já no terceiro trimestre de 2021.

Outra previsão publicada em abril pela TrendForce apontou que memórias DDR4 começariam ver seus preços subirem de 23% a 28% em maio de 2021. Logo, se as previsões do mercado forem corretas, as memórias RAM ficarão ainda mais caras pelo menos até setembro.

Os valores mais altos têm dois fatores destacáveis: a escassez de semicondutores no mercado global - resultando em poucos estoques, de videogames a carros -; e o momento de transição para a tecnologia DDR5, que consome menos energia e é ainda mais rápida que sua antecessora.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Com o aumento de preço das memórias RAM, os valores de notebooks, smartphones, desktops prontos e outros aparelhos também crescem. Visto que as produtoras pagam mais caro pelas peças, isso reflete no preço final para o consumidor.

Vale ressaltar também que o mercado de GPUs, CPUs e até de fontes de alimentação também está com baixos estoques pelo mundo, resultando em produtos ainda mais caros.

Fonte: TechRadar (1), (2), DigiTimes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.