Linha AMD Ryzen 7000 trará RAMP, recurso de overclock automático de RAM

Linha AMD Ryzen 7000 trará RAMP, recurso de overclock automático de RAM

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 14 de Janeiro de 2022 às 13h40
Divulgação/AMD

Grande promessa da AMD para este ano, os processadores Ryzen 7000 acabam de ter mais um recurso desenvolvido para turbinar a performance confirmado — o AMD Ryzen Accelerated Memory Profile, ou RAMP. Muito similar ao XMP 3.0 da Intel, a novidade teve a existência entregue por uma ferramenta de diagnóstico de hardware que já recebeu suporte preliminar ao recurso, indicando o estágio avançado de desenvolvimento em que as CPUs se encontram

Ryzen 7000 estreará AMD RAMP

O RAMP surgiu entre as notas de atualizações da versão 7.17 Beta do HWiNFO, famoso software que coleta o máximo de informações do hardware, como um update preliminar. Ao notar isso, o site ComputerBase entrou em contato com um dos desenvolvedores da ferramenta, que confirmou a existência e alguns detalhes do novo recurso.

Desenvolvido com as memórias DDR5 em mente, o Ryzen Accelerated Memory Profile é a nova versão proprietária da AMD da função integrada às BIOS das placas-mãe que analisa os módulos de RAM instalados e os leva a velocidades acima das certificadas pela JEDEC, realizando assim um overclock automático para a frequência mais alta e estável possível.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em seu último update Beta, o HWiNFO confirmou a existência e recebeu suporte preliminar ao AMD RAMP (Imagem: Reprodução/ComputerBase)

A tecnologia funciona de maneira basicamente similar ao eXtreme Memory Profile (XMP) da Intel, e já teve versões anteriores na forma do A-XMP e do AMP (AMD Memory Profile), mas representa um passo importante para a AMD. Isso porque, considerando que as plataformas com chips Ryzen também suportam o XMP, os padrões anteriores desenvolvidos pelo time vermelho tiveram baixíssima adoção por parte das fabricantes parceiras, que optaram por utilizar soluções próprias.

O AMD RAMP quer mudar esse cenário, apesar de não se saber ainda como e o que exatamente a empresa fará de diferente para que haja maior aplicação da funcionalidade. Especula-se que a compatibilidade com o XMP 3.0 e um programa mais robusto de certificação de módulos possam estar entre as medidas. Outro detalhe importante é o foco nas memórias DDR5, que indica que o RAMP será lançado junto aos chips Ryzen 7000.

Chips serão primeiros com arquitetura Zen 4

Confirmada durante a conferência da AMD na CES 2022, a família Ryzen 7000 promete ser um marco para a empresa ao adotar inúmeras novas tecnologias e proporcionar um enorme salto de desempenho entre gerações, visto pela última vez na estreia da microarquitetura Zen 2.

Além da litografia de 5 nm da TSMC e da microarquitetura Zen 4, os componentes estrearão o soquete AM5, primeira mudança desde o lançamento da primeira geração Ryzen, e receberão suporte a tecnologias como barramento PCIe 5.0 e as próprias memórias DDR5, com o recurso RAMP, como agora se sabe.

Com memórias DDR5, barramento PCIe 5.0 e novos núcleos Zen 4 em 5 nm, a família Ryzen 7000 está prevista para chegar na segunda metade de 2022 (Imagem: Reprodução/AMD)

Ainda no decorrer da conferência, uma unidade de testes de um dos modelos da linha chegou a ser exibido rodando Halo Infinite, mantendo taxas de quadro suaves e, segundo a CEO Dra. Lisa Su, com clocks de 5 GHz em todos os núcleos. Os chips Ryzen 7000 estão previstos para estrear no final de 2022, possivelmente entre setembro e outubro, caso a companhia mantenha o cronograma das gerações passadas.

Fonte: VideoCardz

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.