Intel Core i3 12100 vaza e mostra desempenho em review de unidade de testes

Intel Core i3 12100 vaza e mostra desempenho em review de unidade de testes

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 02 de Dezembro de 2021 às 11h50
Intel

Aguardada nova solução da Intel para o mercado de entrada, o Core i3 12100 acaba de vazar em um review preliminar do site XFastest. O portal teve acesso a uma Engineering Sample (ES), utilizada para otimizar o desempenho de um componente antes do lançamento, e a colocou para encarar os principais rivais do segmento, encontrando números respeitáveis com boa vantagem para a novidade.

Intel Core i3 12100 ganha review de unidade de testes

Segundo as informações obtidas através do CPU-Z, o Core i3 12100 não conta com a arquitetura híbrida vista nos chips mais potentes da família Alder Lake, embarcando assim 4 núcleos e 8 threads, fabricados em 10 nm, com 12 MB de cache L3 e clock boost em um único núcleo que atinge os 4,3 GHz. O consumo é estimado em 60 W, mas vale lembrar que a Intel realizou mudanças na 12ª geração em relação à energia.

Há agora o Processor Base Power (PBP), que assume o lugar do antigo TDP como consumo base de uma CPU, junto ao Maximum Turbo Power (MTP), que indica o consumo máximo que o processador pode atingir. Dessa maneira, o Core i3 12100 traz PBP de 60 W e MTP de 70 W, números bastante razoáveis para um chip de entrada.

O Core i3 12100 é um chip de 4 núcleos e 8 threads, com 12 MB de cache L3 e consumo base de 60 W (Imagem: XFastest)

Na bancada de testes do XFastest, o componente estava acompanhado de 16 GB de RAM DDR4 a 3.600 MT/s e placa de vídeo Nvidia GeForce RTX 3060 Ti, em uma placa-mãe Z690 Steel Legend da ASRock. Para comparação, o portal utilizou um AMD Ryzen 3 3100 e um Ryzen 3 3300X, equipados em uma placa-mãe ASRock X470 Taichi, com as mesmas memórias e GPU.

O site testou os três processadores em games e benchmarks, e no geral, o Core i3 12100 mostrou desempenho notavelmente superior consumindo menos. Em alguns casos específicos, como no Adobe Premiere Pro, o novo processador de entrada da Intel chega a ser 100% superior aos rivais da AMD, possivelmente em virtude do Quick Sync, tecnologia de aceleração de render da Intel.

O desempenho do novo chip da Intel no Cinebench R23 chega a ser 30% superior aos rivais diretos da AMD (Imagem: XFastest)

Ainda assim, as diferenças seguem pronunciadas mesmo em testes em que não há presença de tecnologias exclusivas. Pegando o Cinebench R23 como exemplo, o novo Core i3 marca 1.649 pontos em single-core e 8.479 pontos em multi-core, números 30% e 26% maiores, respectivamente, em comparação ao Ryzen 3 3300X.

Em Counter-Strike: Global Offensive, jogo reconhecidamente pesado em CPU, o componente atinge os 256 FPS, vantagem de cerca de 10% sobre o Ryzen 3 3300X — é importante destacar, neste caso, que o game foi executado em 4K com qualidade alta, o que aumenta a influência da placa de vídeo no resultado, ainda que o título seja graficamente leve.

Mesmo com maior potência, o Core i3 12100 é significativamente mais frio que o 3300X e até mesmo que o 3100 (Imagem: XFastest)

Por fim, para avaliar consumo e temperatura, as CPUs foram estressadas nos testes de CPU e FPU (pontos flutuantes) do AIDA64. No primeiro caso, o Core i3 consumiu 12 W a menor que o Ryzen 3 3300X, apresentando temperatura inferior ao Ryzen 3 3100, de 43 ℃. No segundo, o processador da Intel mostrou grande superioridade em geração de calor, sendo 20 ℃ mais frio que o 3300X, ainda que tenha consumido 64 W, 3 W a mais que o rival.

As vantagens ficam mais evidentes quando consideramos o preço: a unidade foi adquirida por 1.000 dólares de Hong Kong, o equivalente a algo próximo dos US$ 130 (~R$ 735), mesmo preço cobrado pelo Ryzen 3 3300X. Ainda não se pode afirmar que este será o valor final, mas caso apresente preço similar, o novo Core i3 pode se tornar a opção ideal para PCs de entrada. Outros resultados podem ser visualizados no review completo do XFastest.

Chip de entrada é aguardado para janeiro

Segundo os rumores, o Intel Core i3 12100, junto ao restante dos chips Alder Lake-S para desktops e às variantes mobile para notebooks e tablets, será anunciado em janeiro, no período da CES 2022. A empresa deve revelar ainda novas placas-mãe das séries H600 e B600, desenvolvidas com foco no custo-benefício.

Junto ao restante da família Alder Lake, o Intel Core i3 12100 deve ser anunciado em janeiro, durante o período da CES 2022 (Imagem: Intel)

A empresa não confirmou a suposta data de estreia das novidades, mas revelou recentemente que os processadores para notebooks, da família Alder Lake-P de alto desempenho, já estão nas mãos das fabricantes, reforçando que ao menos o anúncio está próximo.

Fonte: WCCFTech, VideoCardz

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.