Qualcomm diz ter perdido "grande cliente" do Snapdragon 810

Por Redação | 29 de Janeiro de 2015 às 11h08
photo_camera Divulgação

Desde a última semana, o mundo da tecnologia está acompanhando com atenção os desdobramentos uma história ainda não confirmada que diz que a Samsung não pretende usar o processador Snapdragon 810 da Qualcomm no Galaxy S6. Apesar de ambas as companhias permanecerem em silêncio, uma informação que parece confirmar essa decisão surgiu no relatório fiscal da fabricante de chips, que afirma ter perdido um "grande cliente" no mercado mobile.

O texto diz respeito ao primeiro trimestre do atual ano fiscal, finalizado em dezembro, e revisa as previsões para todo o período baseado nos resultados de agora. E, quando se fala em faturamento em 2015, a Qualcomm afirma ter reduzido suas expectativas de ganhos em cerca de US$ 800 milhões devido às expectativas de que o Snapdragon 810 não fará parte do design de um dos grandes dispositivos que ainda chegará ao mercado.

Os boatos sugerem que o motivo disso é o problema de superaquecimento do componente. De acordo com relatos surgidos em dezembro, e que vêm se desenvolvendo desde então, a Samsung – assim como outras fabricantes de smartphones – teriam encontrado falhas no resfriamento do componente e que esse problema também estaria afetando seu desempenho. O resultado, então, seria a fabricante sul-coreana pulando fora do barco.

Por outro lado, a informação do relatório financeiro, que foi reproduzido pelo Ars Technica, dá fim a um segundo rumor que também surgiu nas últimas semanas. Com medo de ficar sem um de seus principais parceiros para o primeiro semestre, a Qualcomm teria procurado a Samsung para que elas trabalhassem juntas no desenvolvimento de uma nova versão do Snapdragon 810, que seria exclusiva do Galaxy S6. A informação, mesmo que não confirmada, já teria levado a ameaças de processo por parte da LG devido às práticas contra a livre concorrência, uma vez que ela já anunciou o uso do processador no G Flex 2.

Outros motivos citados pela fabricante de chips para a queda nas previsões de lucro são as mudanças no mercado – com o iPhone 6, que não usa processadores da Qualcomm, ganhando vantagens sobre a linha Galaxy –, o que resultou na redução da fabricação de aparelhos e, com isso, também nas vendas de componentes. O aumento da competição com pequenos fabricantes chineses também foi uma pedrinha no sapato da norte-americana, que disse já estar trabalhando em novidades para contrabalancear essa situação.

Oficialmente, porém, nada foi confirmado sobre os eventuais problemas no Snapdragon 810 e a Qualcomm nem mesmo confirma estar falando dele no relatório. Mas, como sempre, onde há fumaça, há fogo, e os rumores são plenamente capazes de preencher os vazios dessa história. Agora, nos resta apenas uma confirmação oficial, que deve vir somente quando o Samsung Galaxy S6 for anunciado, o que deve acontecer no começo de março.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.