Streamer Ninja bate seu recorde de espectadores em transmissão de Fortnite

Por Wagner Wakka | 23 de Abril de 2018 às 17h34

O criador de conteúdo Tyler Blevins, conhecido como Ninja, bateu seu próprio recorde de espectadores em uma live do Twitch. O streamer bateu a marca de 667 mil pessoas ao mesmo tempo uma transmissão. O recorde anterior também era dele com 637 mil pessoas, quando convidou o rapper Drake para uma partida com ele.

Para bater a própria marca, Blevins jogou o jogo em estilo battle royale, Fortnite, com profissionais do estilo em uma arena montada em um cassino em Las Vegas. Em um sistema apostas, os jogadores podiam entrar na partida pagando US$ 75, mas poderiam ganhar a recompensa de US$ 2,5 mil se achassem o jogador no mapa e outros US$ 2,5 mil se conseguissem matar Blevins no game. Foram três partidas, nas quais o influenciador ganhou uma e ficou em segundo nas outras duas.

O jogo, por si só, já é um recordista de transmissão: foram 20 milhões registrados jogando mesmo tempo no final do ano passado. Vale lembrar que, apesar do recorde no Twitch, Blevins não é dono do vídeo de Fornite mais visto. Em março deste ano, um youtuber espanhol chamado Rubén Doblas Gundersen teve mais de 42 milhões de visualizações e um recorde de maior live de game com 1,1 milhão de espectadores. O influenciador convidou outros 100 youtubers para uma partida do game.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Vale dizer, porém, que este não é o maior recorde em transmissão no YouTube como um todo. O vídeo com maior número de espectadores ao vivo é da ação do pulo do austríaco Felix Baumgartner, paraquedista que pulou diretamente da estratosfera. Além deste, ainda há a transmissão do lançamento do Falcon Heavy, que bateu a marca de 2,3 milhões de pessoas assistindo ao mesmo tempo.

Blevins também teve de responder, recentemente, uma acusação de racismo em uma partida durante transmissão em seu canal na Twitch. Ele pediu desculpas por ter usado em uma transmissão de Fortnite o termo pejorativo "nigger", considerado extremamente ofensivo e racista nos Estados Unidos. Blevins fez uma série de quatro tweets em que pediu desculpa pelo ocorrido.

Fonte: Variety

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.