Ronda Rousey é a mais nova streamer recrutada pelo Facebook Gaming

Por Diego Sousa | 14 de Fevereiro de 2020 às 08h35
Reprodução/YouTube

Na mesma semana em que o cantor Drake anunciou que se tornará streamer de batalhas de rap na nova plataforma Caffeine, outra grande estrela acaba de anunciar a sua estreia neste universo: a lutadora, atriz e dubladora Ronda Rousey. A ex-campeã do UFC fará sua estreia no Facebook Gaming no próximo dia 18 de fevereiro, às 20 horas, no horário de Brasília.

Em sua primeira stream, Ronda Rousey vai jogar Pokémon Sword & Shield, para Nintendo Switch. Todo o dinheiro arrecadado em doações na transmissão será direcionado a campanhas de recuperação na Austrália, que sofreu uma série de incêndios no último mês de janeiro. A estrela já conta com mais de 12 milhões de seguidores em sua página no Facebook, então já haverá uma grande base de fãs para vê-la jogar.

Grande busca por nomes de peso

Recentemente, as grandes plataformas de streaming. como Twitch, YouTube, Mixer e Facebook Gaming, têm competido por atenção, e assinar contrato com grandes nomes é a maior aposta da vez. Em agosto de 2019, por exemplo, a Mixer, da Microsoft, “roubou” o maior streamer da história da Twitch, o Ninja, desembolsando entre 20 a 30 milhões pelo astro do Fortnite. Jack "CouRage", streamer e comentarista de e-Sports, também saiu da Twitch e agora está na plataforma de games do YouTube. Em novembro, o astro da estratégia Jeremy "Disguised Toast" Wang foi recrutado pelo Facebook Gaming para fazer o streamer de League of Legends. Outro nome que saiu da Twitch para se aventurar no Facebook Gaming é Corinna Kopf, membra do popular grupo “Vlog Squad”.

É mais fácil ganhar dinheiro no Facebook Gaming

Em outubro de 2019, o Business Insider conversou com alguns streamers e eles afirmaram que a plataforma do Facebook é muito mais viável para criar uma audiência mais fiel e ganhar dinheiro jogando. Um dos principais motivos disso é a possibilidade de compartilhar as transmissões em grupos, que geralmente possuem milhares de usuários ativos. Além disso, o compartilhamento no Facebook é uma reação em cadeia, pois cada pessoa compartilha para seu grupo de amigos, e assim o conteúdo se espalha mais rapidamente.

E você? Vai dar stream para Ronda Rousey no Facebook Gaming? Deixe nos comentários!

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.