PS5: recursos que gostaríamos de ver no console

PS5: recursos que gostaríamos de ver no console

Por Felipe Goldenboy | Editado por Bruna Penilhas | 15 de Dezembro de 2021 às 11h40
Divulgação/Sony

A Sony lançou o seu novo console, PlayStation 5, no fim de 2020. Mesmo um ano depois da estreia, os usuários permanecem sem alguns recursos importantes — parte deles presentes, inclusive, na geração passada do PlayStation 4.

O Canaltech resolveu listar todas as funcionalidades que sentimos falta no PS5. Quem sabe a Sony dá uma olhada nesse artigo e adiciona alguns em atualizações futuras do sistema. Vai que, né?

8. Game Pass da Sony

Já começaram a pipocar rumores de que a Sony estaria criando um serviço concorrente ao Xbox Game Pass, que oferece um vasto catálogo de jogos a partir de R$ 29,99 por mês. Embora ainda sejam boatos muito recentes, nós, com certeza, gostaríamos de acessar os lançamentos do PlayStation Studios a um preço mais acessível. Afinal, o próprio chefe da marca, Jim Ryan, se diz “frustrado” pelo baixo alcance dos games, não é mesmo?

7. Suporte a monitores 1440p

Acredite se quiser, mas o PS5 ainda não tem suporte nativo a monitores com resolução em 1440p. Isso não é problema para aqueles que jogam em TVs, já que os modelos atuais vêm com 4K. Mas quem joga em monitores mais populares não pode aproveitar um nível intermediário de gráficos do console.

PlayStation 5 tem ótimas novidades, mas alguns recursos ainda fazem falta (Foto: Dennis Cortés/Unsplash)

6. Suporte ao VRR

VRR significa Variable Refresh Rate (taxa de atualização variável, em tradução livre). Semelhante ao AMD FreeSync e ao NVIDIA G-Sync, o recurso permite que a placa de vídeo — neste caso, o console — se comunique com a tela, permitindo que ambos exibam as mesmas taxas de quadro simultaneamente, evitando possíveis tearings (linhas horizontais instáveis que costumam aparecer no meio da tela). Esse recurso seria bem-vindo, principalmente, para televisores mais caros, com taxas de atualização a 144 Hz, por exemplo.

5. Mais retrocompatibilidade

Duvidamos que isso aconteça, mas não custa sonhar. Por conta da incompatibilidade entre as arquiteturas dos consoles, o PS5 não oferece compatibilidade a discos de PS3, PS2 e PS1, apenas a alguns jogos digitais. A oferta, porém, é minúscula — o que priva muitos jogadores de terem acesso a games clássicos e esconde a própria história da marca.

No exterior, parte desse problema pode ser resolvido com o serviço por assinatura PlayStation Now, que oferece o streaming de alguns jogos básicos; porém, não há previsão para que isso chegue ao nosso país.

Saudades de jogar games de PlayStation 2, né, minha filha? (Foto: Deni Williams/Creative Commons)

4. Smart Delivery

No Xbox, o sistema automaticamente faz download da melhor versão possível de um jogo. Isso significa que se você comprou um game no Xbox One, e ele ganhar melhorias gráficas para o Xbox Series X|S, o console de nova geração automaticamente atualizará o título para a versão superior.

No PlayStation, você precisará pagar um valor de US$ 10 para atualizar um jogo de PS4 para sua versão de PS5, o que é bem frustrante. Após muitas críticas, a Sony voltou atrás e Horizon Forbidden West será o último exclusivo da empresa com upgrade gratuito. A taxa será cobrada para outros futuros lançamentos, como Gran Turismo 7 e God of War Ragnarök.

3. Quick Resume

Outro excelente recurso do Xbox que gostaríamos de ver no PS5 é o Quick Resume. No console da Microsoft, o sistema deixa os últimos jogos abertos em "stand-by", e você pode alternar entre eles em poucos segundos. No PlayStation, você sempre precisará fechar um jogo para abrir outro, o que pode demorar um bom tempo.

Xbox Series S, opção bem mais barata que o PlayStation 5, tem recursos excelentes que a Sony poderia copiar (Foto: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)

2. Pastas

Não ter pastas no PS5 é o terror dos aficionados por organização. Apesar da página inicial do sistema ter sido atualizada, os aplicativos ainda são dispostos por ordem de abertura, com os mais recentes localizados à esquerda. Organizar os games por pastas facilitaria encontrar um título específico, sem ter que vasculhar o catálogo um por um.

Era possível organizar games em pastas no PlayStation 4; no PlayStation 5, não (Captura de tela: Durval Ramos/Canaltech)

1. Temas

O sistema do PS5 é lindo, cheio de animações fluídas, partículas brilhantes e imagens grandes. Porém, ainda não conseguimos personalizá-los do nosso jeito, como ocorria com o PS4, e somos obrigados a ficar com a mesmice cinzenta-marrom padrão.

Não estamos pedindo uma grande novidade: apenas algo que já existia antes. Gostaríamos de mudar a cor de fundo, colocar um papel de parede dinâmico ou baixar temas especiais dos nossos jogos preferidos através da PlayStation Store. De novo: tudo isso já existia no PS4, e não faz sentido que ainda não exista no PS5.

Temas podem ser baixados diretamente pela PlayStation Store (Captura de tela: André Magalhães/Canaltech)

E você, sente falta de algum recurso específico no PS5? Não deixe de comentar conosco através das redes sociais.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas PlayStation 5

  • Console PlayStation 5
    Amazon
    Console PlayStation 5
    R$ 4.499,00
  • Console Playstation 5 825GB SSD + Controle Sem Fio DualSense - Branco
    Extra -
    Console Playstation 5 825GB SSD + Controle Sem Fio DualSense - Branco
    R$ 4.499,90
  • Console Playstation 5 825GB SSD + Controle Sem Fio DualSense - Branco
    Casas Bahia -
    Console Playstation 5 825GB SSD + Controle Sem Fio DualSense - Branco
    R$ 4.499,90