Pokémon HOME | 4 maneiras de trocar Pokémon no celular

Pokémon HOME | 4 maneiras de trocar Pokémon no celular

Por Lucas Arraz | Editado por Bruna Penilhas | 06 de Abril de 2022 às 09h30
Reprodução/The Pokémon Company

Se virou tendência entre as maiores franquias dos videogames ter um serviço para chamar de seu, com Pokémon não poderia ser diferente. Pokémon HOME é um aplicativo para celulares e Nintendo Switch que permite que treinadores gerenciem toda a coleção de monstrinhos capturados nos jogos de consoles e celulares (Pokémon GO) em um único lugar.

Além de servir como um gerenciador, Pokémon HOME permite que treinadores troquem capturas e completem a Pokédex. Existem quatro maneiras de trocar Pokémon ao usar o aplicativo em um dispositivo móvel. É importante lembrar que monstrinhos trazidos de Pokémon GO não podem ser transportados de volta para o jogo mobile, como também algumas espécies dos jogos de Nintendo Switch não são aceitas em Pokémon HOME.

Animação de troca em Pokémon HOME para celulares (Imagem: Captura de Tela/Canaltech/Lucas Arraz)

Os métodos envolvem negociação de espécies e até um pouco de sorte. O treinador pode trazer Pokémon dos jogos Sword & Shield, Let's Go, Pikachu! & Let's Go, Eevee! de Nintendo Switch, além do Pokémon Bank. Existem planos futuros de compatibilidade com os títulos mais recentes Brilliant Diamond & Shining Pearl, como também Pokémon Legends Arceus.

Como trocar Pokémon em Pokémon HOME no celular:

4. Wonder Box

Troque vários monstrinhos de vez no Wonder Trade (Imagem: Captura de Tela/Canaltech/Lucas Arraz)

Os Pokémon colocados na Wonder Box são trocados com pessoas ao redor do mundo, de forma aleatória. O treinador deposita os monstrinhos que deseja trocar e apenas aguarda, sem saber com quem irá fazer o processo e quais Pokémon irá receber.

Todos Pokémon depositados na Wonder Box são trocados até quando o jogador não estiver usando o Pokémon HOME. O plano gratuito do serviço permite a troca de três monstrinhos por vez, enquanto o plano pago permite a troca de até 10 capturas.

3. GTS

GTS permite que treinador procure por trocas com diversos critérios (Imagem: Captura de Tela/Canaltech/Lucas Arraz)

Está procurando um Pokémon específico para completar sua coleção? GTS, sigla para Global Trade System ou sistema de troca global em tradução livre, é a resposta.

Com o GTS, o treinador pode especificar qual Pokémon deseja trocar e qual Pokémon deseja receber de volta. Em seguida, a troca é pareada com um Treinador que compartilhe com os mesmos critérios. É possível fazer buscas específicas com o GTS e até mesmo escolher o gênero, natureza e habilidades no Pokémon que o treinador busca.

2. Room Trade

Até 20 jogadores se jutam em uma sala para trocarem Pokémon nesse modo (Imagem: Captura de Tela/Canaltech/Lucas Arraz)

A Room Trade permite que 20 treinadores troquem Pokémon entre si, de forma aleatória. Cada jogador deposita um Pokémon, que é exibido para os outros da sala. Depois, é só aguardar a contagem regressiva do relógio para completar o processo.

O plano gratuito do Pokémon HOME permite que os treinadores entrem em 10 salas aleatórias por dia. Já o plano pago permite que treinadores formem salas privadas e com amigos.

1. Friend Trade

Troque Pokémon com amigos neste modo (Imagem: Captura de Tela/Lucas Arraz/Canaltech)

Falando em amigos, o modo Friend Trade permite que você troque Pokémon com outros jogadores que sejam amigos no Pokémon HOME.

Poderão existir restrições ao mover certos Pokémon no processo. A compatibilidade de títulos Pokémon para Nintendo Switch é limitada à versão de Pokémon HOME do console híbrido. Pokémons depositados em HOME ainda não podem ser enviados a Pokémon GO.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.