Pesquisa Game Brasil aponta entrada do brasileiro na atual geração de consoles

Por Wagner Wakka | 13 de Junho de 2019 às 22h20

A Pesquisa Game Brasil (PGB) já há alguns anos levanta um pequeno panorama de quem são os jogadores aqui no país. Em 2019, há uma mudança no mercado nacional com predominância do PlayStation 4 entre os videogames. O estudo ainda ressalta a dominância dos smartphones e a maioria feminina entre jogadores.

A PGB foi conduzida pela Sioux Group, Blend e ESPM e está na sexta edição. É preciso ter em mente que foram consultadas apenas 3.251 pessoas em um questionário quantitativo enviado online entre os dias 5 e 8 de fevereiro. A predominância é de resposta de pessoas de São Paulo, com 34,2%.

De todos os entrevistados, 66% dissera jogar algum tipo de game. “A pesquisa considerou que os gamers são todos aqueles que afirmaram possuir o hábito de jogar jogos digitais, independente do estilo de jogo, frequência ao longo da semana, duração das partidas e conhecimento sobre jogos, softwares e hardwares relacionados”, aponta o estudo.

Destes, 53% são mulheres, seguindo a faixa maioritária registrada também no ano passado (58,9%). Em termos etários, a faixa de 25 a 24 anos é predominante (37,7%), seguida de 35 a 54 anos (34,7%). Isso reforça estudos mundiais que apontam o envelhecimento do público gamer como uma tendência de mercado.

Arte e dados: Divulgação/PGB

Consoles

Uma mudança interessante da pesquisa é a elevação do número de jogadores para atual geração de consoles. No ano passado, o Xbox 360 dominava entre os entrevistados com 32% do total (o número já vinha em decadência de 44,2% de 2017).

Neste ano, ele aparece em segundo lugar com 32,8% do total. Assim, quem assume como o console mais popular nesta pesquisa é o PlayStation 4, com 37,6%. Na pesquisa de 2018, ele amargava uma quarta colocação com apenas 22% das respostas, atrás do PS2 e PS3.

Arte e dados: Divulgação/PGB

O documento também mostra um aumento do Xbox One que subiu seu número de 14,6% em 2018 para 19,2%. Os números aqui não levam em conta as versões premium do PlayStation nem Xbox.

Já o Switch foi citado só por 4,7% dos entrevistados, permanecendo atrás até mesmo do Wii.

Segmentação

O estudo, mais uma vez, reforça a predominância das plataformas mobile. No total, 83% disseram jogar em smartphones, contra 48,5% em consoles, 42,6% em notebooks e 42,4% em PCs. Vale perceber que esta conta não soma 100%, pois um mesmo entrevistado pode responder mais de uma alternativa.

Arte e dados: Divulgação/PGB

O estudo também se divide em entrevistados que se consideram hardcore ou casuais. “A maior parte do público gamer casual é feminina. Gostam de PCs e de videogames, mas dominam o consumo de jogos nos smartphones, com um público duas vezes maior que dos gamers hardcore. Ser casual não significa jogar pouco: costumam jogar até três vezes por semana em sessões de até 3 horas, onde 4 a cada 10 casuais admitem que games são sua forma preferida de entretenimento. Apesar disso, preferem baixar jogos gratuitos”, aponta o estudo.

Arte e dados: Divulgação/PGB

Entre os hardcore, com apenas 32% do total, há predominância de homens, voltados a jogos preferencialmente longos e que estão dispostos a gastar mais em seus títulos.

Nos smartphones, a maioria dos jogadores usa um aparelho Android (79%), entre os da Samsung (45,8%), Motorola (29,3%). Usuários da Apple somam 18,1%.

A pesquisa também se aprofunda no mercado de computadores, um segmento em alta na indústria atualmente. Ao menos metade dos entrevistados joga em notebooks, sendo 40% em PCs. Apenas pouco mais de 30% do total possui algum tipo de aparelho direcionado para o público gamer.

Arte e dados: Divulgação/PGB

E-sports

Em termos de esportes eletrônicos, a pesquisa mostra que a maioria já ouvir falar no setor, sendo que 48% disse jogar algum tipo de game do estilo. Já quanto ao consumo de notícia sobre e-sports, 30,3% disse acessar raramente informações sobre o setor, sendo que 20,7% acompanha notícias de e-sports todo dia.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.