Qual é o melhor Gears of War de todos?

Por Felipe Ribeiro | 27 de Abril de 2020 às 08h35
Divulgação
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Xbox One X

Ficha técnica

Membro da trinca de ouro das franquias do Xbox, Gears of War se popularizou rapidamente entre os jogadores por ser um jogo extremamente divertido e completo. Desde seu primeiro game, lançado para Xbox 360 em novembro em 2006, a série trouxe um gameplay bastante envolvente de tiro em terceira pessoa, com progressão baseada em missões de combate e tiroteios bastante intensos e que nos dão a possibilidade de utilizar uma enorme variedade de armas.

O enredo, por sua vez, também foi bastante elogiado desde o primeiro game, pois contava com elementos bem profundos de narrativa e uma história que chamava bastante a atenção por seus tons dramáticos e de guerra política. Também foi nos jogos de Gears of War que conhecemos alguns dos melhores personagens da indústria dos games, como Kait Diaz, Dominic Santiago, Augustus Cole e, claro, ele: Marcus Fenix.

Gears of War possui seis games, sendo cinco deles numerados e Gears of War: Judgment, um prequel dos acontecimentos do primeiro jogo da série. Há, também, uma versão remake do primeiro Gears of War, chamada de Gears of War: Ultimate Edition, e Gears Tactics, primeiro jogo de estratégia em tempo real a fazer parte da série; isso sem falar em Gears Pop!, um crossover entre Gears e Pop lançado para dispositivos móveis no ano passado.

Apesar de parecidos, os jogos principais da franquia reúnem características próprias e resoluções de enredo bastante peculiares. Além disso, game após game, a série foi ganhando melhorias bem sutis no combate e adições interessantes à maneira como progredimos nas fases, isso sem falar nos modos online, que são um sucesso à parte.

Com tudo isso nas mãos, elencamos os cinco melhores jogos de Gears of War, do pior para o melhor. Será que você concorda com esta lista do Canaltech?

5. Gears of War 4

Um dos mais controversos games da franquia, Gears of War 4 foi lançado no fim de 2016. Nele conhecemos novos personagens, como o filho de Marcus Fenix, J.D. Fenix, e Kait Diaz, que em Gears 5 viria a ser a protagonista de toda a história, mas que também teve papel importantíssimo neste quarto game.

Em termos de enredo, Gears 4 também acontece no planeta Sera, 25 anos depois dos eventos de Gears of War 3, e tudo ocorrendo em 24 horas, o que deu á progressão da história um ar de imediatismo e urgência bem mais latente em comparação com os outros jogos da série.

Depois de arma Imulsion Countermeasure ter matado todos os Locusts, Lambent e Imulsion, ela também acabou modificando completamente a maneira como as pessoas viviam, pois seus efeitos colaterais também afetaram o clima no planeta. Para ajudar nessa readaptação e reconstrução de Sera, as forças COG (Coalition of Ordered Governments) reuniram os poucos habitantes em locais fechados, o que acabou gerando algumas revoltas e criando grupos de rebeldes, os Outsiders. As missões do grupo de JD Fenix são conter esses rebeldes e impedir que Locust restantes acabem com a humanidade.

No campo da jogabilidade, Gears 4 trouxe novas armas para o combate, como a Dropshot e a Buzzkill. Além disso, fomos agraciados com a volta do modo Horda. Mesmo com tudo isso, o jogo não esteve à altura dos demais da série e o responsável por isso foi mesmo o modo história. A explicação talvez seja a "quebra" que a narrativa teve com a "saída" de Marcus Fenix do comando das ações e com o pouco apelo de seu filho em um primeiro momento.

Com o lançamento do Xbox One X, o game ganhou uma sobrevida e os servidores voltaram a ficar lotados - não que estivessem vazios -, pois recebeu uma atualização para o console e passou a rodar em 4K/30fps ou 1080p/60fps na campanha e 4K/60fps nos modos online.

Gears of War 4 está disponível para Xbox One e PC.

4. Gears of War 3

Naquele momento, Gears of War 3 foi considerado o fechamento de uma saga memorável da batalha entre a CGO e os Locust. Basicamente, o enredo gira em torno da cidade de Jacinto, a última fortaleza da humanidade e que fora destruída pelos Locust. Desta vez, os Gears precisam vencer Lambent, que tem a ideia de aniquilar o que sobrou da humanidade.

Lançado para Xbox 360 em setembro de 2011, Gears of War 3 é um primor técnico e trouxe elementos interessantes para a jogatina, como a adição do modo cooperativo em quatro pessoas no modo história, uma nova shotgun e uma versão melhorada da Lancer Retro. Além disso, tivemos a inclusão de um modo de jogo chamado Beast, em que, ao contrário do que fazemos no modo Horda, nós é quem atacamos os Gears jogando como Locust.

O jogo vai para o quarto lugar pois, apesar de ser muito bom em termos técnicos e ter um enredo emocionante, parecia meio "cansado" quando foi lançado. Além disso, os títulos que destacaremos à frente merecem suas respectivas posições. Mas isso não apaga o brilho de Gears 3.

O game também ganhou um pack de melhorias para Xbox One X e está simplesmente incrível.

Gears of War 3 está disponível para Xbox 360 e Xbox One.

3. Gears of War

Primeiro título da franquia, Gears of War pode ser considerado um game perfeito sobre vários aspectos. Quando ele foi lançado, causou um impacto imediato na indústria. A qualidade técnica, a ação frenética dos combates, o enredo marcante, os personagens carismáticos e os modos online robustos foram os ingredientes para o sucesso deste jogo.

Tudo começa quando o povo de Sera começava a se recuperar dos longos anos de guerra. O planeta fora surpreendido por um ataque cruel dos Locust, no que ficou conhecido como o Dia da Emergência. Mais de 90% da população de Sera foi morta nas primeiras 24 horas e os líderes da COG evacuaram todos os sobreviventes para a cidade de Jacinto, um dos poucos lugares seguros do planeta que, devido ao solo feito de granito, impedia a invasão dessas criaturas que, majoritariamente, vinham de baixo da terra.

Os poucos humanos que sobraram travaram uma batalha que durou mais de 10 anos e foram liderados por Marcus Fenix, Dominic Santiago, Augustus Cole e Damon Baird, os Gears da COG, que tinham que enfrentar os Locust, e seu comandante, o General Raam.

Quando falamos de jogabilidade, aqui vimos todos os elementos que marcariam época e colocariam Gears com uma das fórmulas mais consagradas em games de tiro. Os mecanismos over the shoulder aliados ao escoramento em paredes e barreiras foi feito de modo que tudo ficasse muito dinâmico e proporcionasse aos jogadores diversas maneiras para o ataque e a defesa. Além disso, as armas foram um chamariz à parte, sobretudo a Lancer, que aliava tiros de metralhadora com uma serra que poderia partir os adversários.

Os modos online de Gears, principalmente o tradicional quatro contra quatro, fizeram com que ele superasse Halo 2 e se tornasse o game mais jogado da Xbox Live em todos os tempos.

2. Gears 5

Lançado em 2019, Gears 5 pode ser considerado uma revolução dentro da franquia. Além de trazer um enredo bem mais convincente do que seu antecessor, o game apresentou novos modos de jogo online e incluiu elementos de RPG em sua jogabilidade, além de apresentar um novo sistema de progressão e gráficos estonteantes, os melhores da geração, para muitos.

Este é o primeiro Gears que vemos uma ação dominada pela “nova geração” do esquardão Delta da COG. Apesar das idas e vindas e episódios que vão te deixar com ainda mais raiva de JD Fenix (desta vez por motivos diferentes dos de Gears 4), ver Kait, a nova protagonista da trama, JD, Del e Fahz nas missões sem qualquer membro antigo participando em primeiro plano já indica que um reboot para a próxima geração pode ser descartado, em um primeiro momento.

Em busca de respostas, Kait Diaz nos foi apresentada como uma personagem cheia de mistérios e ávida por saber sua origem. E não é novidade para ninguém que ela conseguirá descobrir mais sobre sua vida em Gears 5. A questão, no entanto, é que as decisões tomadas por ela afetam não apenas a si, mas também a seus companheiros de esquadrão Delta. A grande quantidade de reviravoltas faz a narrativa do game ser a segunda melhor entre todas da franquia. Por ser um jogo relativamente recente, não daremos spoilers, claro.

Imagem: Captura de Tela/ Felipe Ribeiro

O jogo trouxe novos elementos que garantiram um certo frescor à série, além de revolucioná-la, por assim dizer, em alguns aspectos. A começar pelo sistema de progressão, que agora é feito em um mundo semiaberto. Além disso, ganhamos a companhia de Jack, um drone equipado com diversos itens que são importantíssimos para avançar nas missões.

Na jogabilidade, também há melhorias. O modo de combate está muito mais preciso e desafiador, com a inclusão de mais elementos físicos e de luta corpo a corpo. As armas, por sua vez, também ganharam novidades, como a nova Lancer, chamada de “Lancer GL”, que é capaz de lançar uma chuva de granadas nos oponentes e disparar tiros ainda mais rápido; e a “Garra”, arma pertencente aos Locust, mas que Baird deu uma "ajustadinha" para ser usada pelos Gears.

E, por fim, podemos falar dos gráficos, que são espetaculares. Gears 5 pode ser considerado o melhor exemplo do uso do HDR em um game na atual geração de consoles e, segundo o pessoal da Digital Foundry, existem elementos de Ray Tracing na composição de alguns cenários.

Gears 5 está disponível para Xbox One e PC.

1. Gears of War 2

Se há uma palavra que define Gears of War 2, ela é primor. O jogo simplesmente pegou tudo o que seu antecessor fez e melhorou. Quase que uma unanimidade de crítica, quando ele foi lançado a sensação era de que tínhamos chegado ao ápice do que o entretenimento em videogames pode nos oferecer, já que conseguiu aliar, de fato, a melhor história (que nunca foi superada) a uma jogabilidade considerada perfeita para a época e que moldou os demais jogos desde então, muito mais do que o primeiro.

O enredo se passa 6 meses após os eventos de Gears of War, quando milhares de Locust sobreviveram ao embate contra a COG e estão usando um método para afundar cidades inteiras. A partir daí, Marcus Fenix e seu esquadrão precisam invadir o habitat dos monstros e tentar descobrir o que está tragando esses locais e acabando com o que restou de Sera. Mas, ao adentrar nesse novo mundo, o Esquadrão Delta descobre segredos obscuros e acaba descobrindo a real ideia dos Locust, algo que também acabou determinando o enredo até mesmo de Gears 5.

Com perdas irreparáveis (não vamos dar spoiler) e muita emoção, Gears of War 2 é, até hoje, o game da franquia com melhor enredo e narrativa. Na jogabilidade, o principal acréscimo foi o balanceamento das armas, sobretudo das mais pesadas. Os modos de jogo online também ganharam novidades, com a chegada, por exemplo, do modo Horda.

Gears of War 2 foi o melhor Gears de todos pois foi o que melhor passou a impressão de ter evoluído de um game para o outro - dadas as devidas proporções. Além, é claro, de ter a melhor história entre todos os jogos da franquia.

Gears of War 2 está disponível para Xbox 360 e Xbox One.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas Xbox One X

  • Amazon
    Consoles de jogos do Microsoft XBOX ONE X Preto
    R$ 3.238,90
  • Americanas
    Console Xbox One X 1TB
    R$ 3.272,11
  • Amazon
    Console Xbox One X - 1TB - Preto
    R$ 3.299,90