Facebook Gaming ou Twitch: prós e contras de cada plataforma para jogos

Por André Lourenti Magalhães | 29 de Julho de 2020 às 18h30
Reprodução/André Magalhães

O consumo de streaming de games alcança grande popularidade na internet, seja por vídeos de gameplays ou transmissões de campeonatos de esports. Na busca pelo domínio do segmento, diferentes plataformas disponibilizam uma série de vantagens para conquistar espectadores. A Twitch, lançada em 2011, é uma das principais plataformas voltadas para games. Entre os nomes da concorrência, o Facebook possui seu próprio serviço, chamado de Facebook Gaming.

No entanto, qual das duas plataformas é melhor? Cada uma possui suas vantagens específicas e diferenciais que podem ter um saldo positivo para diferentes tipos de público. O Canaltech comparou alguns dos principais aspectos dos dois serviços e te ajuda a escolher a melhor opção. Confira!

Facebook Gaming ou Twitch: compatibilidade

Twitch possui aplicativo próprio para criar streams (Foto: Reprodução/André Magalhães)

Se a sua vontade é criar uma stream pelo computador, a Twitch tem uma vantagem nesse aspecto. Através do software Twitch Studio (PC | Mac), usuários podem customizar o canal e preparar todos os detalhes de uma transmissão para a plataforma. Na plataforma do Facebook, é necessário usar um aplicativo de terceiros para conectar com a chave de stream fornecida, como o StreamLabs, Open Broadcaster Software ou XSplit.

Nas transmissões de consoles, outro ponto para a Twitch, que possui aplicativos próprios para PlayStation 4 e Xbox One. O aplicativo para consoles permite iniciar e gerenciar transmissões sem a presença de um computador, além de possibilitar o acesso a todo o conteúdo ao vivo e gravado da plataforma. Quem procura transmitir algum jogo do console para o Facebook Gaming precisa utilizar uma tela de captura para receber áudio e vídeo do televisor ou monitor.

Facebook Gaming tem caminho intuitivo para transmissões pelo celular (Foto: Reprodução/André Magalhães)

Para celulares, a Twitch possui versões para Android e iOS, mas ainda apresenta uma versão beta para transmissão de jogos. O Facebook Gaming, por sua vez, está disponível apenas para Android, mas possui uma interface funcional para transmissões. É comum notar, inclusive, uma presença maior de streamers de jogos para celulares como Free Fire na rede social de Mark Zuckerberg.

Facebook Gaming ou Twitch: vantagens para espectadores

Um dos trunfos do Facebook Gaming é o alcance da própria rede social. As transmissões são veiculadas dentro do próprio Facebook e podem ser criadas por páginas e perfis sociais, com compartilhamento disponível para o feed pessoal, grupos e outras páginas. Por conta disso, leva vantagem para transmitir para um público maior, e a rede procura integrar constantemente a plataforma de games.

Caption

O Facebook Gaming ainda oferece mais possibilidades para jogadores casuais e competitivos. Há uma seção com jogos gratuitos e que rodam nos navegadores e outra categoria que permite criar e gerenciar campeonatos na rede social.

Assinantes de serviços pagos da Twitch possuem acesso a recompensas durante transmissões (Foto: Reprodução/André Magalhães)

A Twitch possui um público mais consolidado entre o ramo dos games. Por sua vez, traz como vantagens diferentes tipos de conteúdos exclusivos e benefícios para assinantes. É possível assinar um canal e receber recompensas exclusivas para utilizar no chat da plataforma. Além disso, existem dois planos pagos: o Turbo e Twitch Prime, presente na Amazon Prime.

Facebook Gaming ou Twitch: conteúdos

Twitch é referência para torneios de games (Foto: Reprodução/André Magalhães)

Os formatos de conteúdos são semelhantes para ambas as plataformas, divididos entre transmissões ao vivo e clipes curtos de vídeo originários dessas lives. Os grandes diferenciais, nesse caso, acabam sendo os torneios de esports e os streamers mais populares.

A Twitch concentra uma grande parte dos campeonatos de esports, nacionais e internacionais. Finais de League Of Legends, Counter Strike: Global Offensive, Fortnite e outros famosos jogos podem ser acompanhadas na plataforma. O Facebook também concentra transmissões do cenário competitivo, mas em menor quantidade.

Entre os streamers, cada plataforma firmou contratos de exclusividade com personalidades populares do meio. O Facebook, inclusive, recebeu uma integração com o Mixer após o fim do serviço. Por ser mais antiga, a Twitch acaba concentrando uma grande variação de streamers voltados para diferentes estilos de jogo. O Facebook, por sua vez, investe em games populares como Free Fire e Fortnite.

Fora dos games, a Twitch concentra cada vez mais conteúdos musicais, investindo em sessões ao vivo. O Facebook, por sua vez, utiliza plataformas fora do serviço Gaming para oferecer essa variedade.

Qual das duas opções é a sua favorita? Comente!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.