Diablo 4 perde diretor em meio a denúncias de assédio na Blizzard, diz site

Diablo 4 perde diretor em meio a denúncias de assédio na Blizzard, diz site

Por Lucas Arraz | Editado por Bruna Penilhas | 11 de Agosto de 2021 às 19h34
Divulgação/Blizzard

As polêmicas e reviravoltas envolvendo a Activision Blizzard continuam. Uma reportagem do Kotaku indicou nesta quarta-feira (11) que Diablo 4 perdeu seu diretor, Luis Barriga, e também o design Jesse McCree. Barriga teria deixado a direção da aguardada sequência da franquia de RPG em meio ao escândalo movido pelas acusações de assédio sexual e discriminação generalizada na cultura da empesa.

Fontes próximas ao assunto afirmaram ao Kotaku que Barriga e McCree, além do designer de World of Warcraft Jonathan LeCraft, não estão mais visíveis no Slack da Blizzard. Departamentos da empresa teriam sido avisados das demissões nesta tarde sem uma justificativa.

A Blizzard ainda não confirmou a demissão do trio oficialmente — o Canaltech entrou em contato com a empresa para obter mais informações, mas não recebeu uma resposta até o momento de publicação da notícia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

As saídas teriam ligação com o processo movido no estado Califórnia contra a Activision Blizzard por acusações de assédio sexual, remuneração desigual e retaliações a funcionários ao longo dos anos. O escândalo se tornou público nas últimas semanas, levando à saída de J. Allen Brack da presidência da Blizzard na última terça-feira.

Um dos afastados, Jesse McCree, que dá nome a um dos campeões de Overwatch, é um dos desenvolvedores da Blizzard que apareceram em uma imagem de uma festa regada a bebidas em uma suíte de Hotel durante a BlizzCon 2013. Na ocasião, o quarto foi batizado pelos funcionários de “suíte Cosby”, em referência ao ator Bill Cosby que, na época, já era acusado de assédio sexual e estupro e respondia a processos na justiça americana.

O ex-diretor criativo de World of Warcraft, Alex Afrasiabi (no centro, de preto) junto com outros executivos e devs na chamada "suíte Cosby", quarto de hotel que virou espaço para festas e, agora, símbolo das acusações de abuso movidas contra a Activision Blizzard (Imagem: Reprodução/Kotaku)

Luis Barriga estava na Blizzard desde 2006. O diretor era considerado uma das faces públicas de Diablo 4 desde o anúncio do jogo. O game segue em desenvolvimento e ainda não tem data para ser lançado.

Atualização: em comunicado enviado ao Canaltech, a Blizzard confirmou a demissão dos três funcionários."Podemos confirmar que Luis Barriga, Jesse McCree e Jonathan LeCraft não fazem mais parte da empresa. Temos um amplo e talentoso grupo de desenvolvedores, e novos líderes foram apontados quando apropriado. Estamos confiantes em nossa capacidade de continuar progredindo, de oferecer experiências incríveis aos nossos jogadores e de seguir em frente para garantir um ambiente de trabalho seguro e produtivo para todos."

Fonte: Kotaku

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.