Confira tudo o que rolou na convenção Star Trek de São Paulo

Por Patrícia Gnipper | 26 de Setembro de 2017 às 13h15

No último sábado (23), aconteceu em São Paulo a primeira edição da TrekkerCon, convenção voltada para os fãs da franquia Star Trek (ou Jornada nas Estrelas, como a produção foi chamada no Brasil). O evento reuniu fãs e especialistas na obra de Gene Roddenberry com exposição de memorabílias, produtos à venda, cosplays, performances e palestras.

A convenção ocupou dois andares do Senac Aclimação. Enquanto o primeiro foi o escolhido para abrigar a exposição de relíquias de Sidnei T., considerado o maior colecionador de artigos de Star Trek do Brasil, e palco das palestras que rolaram durante todo o dia; o quinto andar do prédio foi dedicado para os expositores, que venderam produtos desde chaveiros e bottons, até fantasias e réplicas das naves que vimos na TV.

Já as apresentações foram rolando ao longo do dia em espaços diversos, como foi o caso do Ritual de Inicialização Klingon. Também rolou uma queda por pinça vulcana e demonstrações de gritos Klingon.

Uma outra sala escura abrigou o pessoal que queria se tornar piloto de nave estelar por um dia, contando com um simulador de ponte de comando em seus computadores, com tudo sendo exibido no telão.

Ainda que todas essas atrações tenham sido muito bacanas para o verdadeiro fã de Star Trek, o carro-chefe da convenção foram mesmo as palestras. Entre os temas abordados nos painéis, os destaques foram para o bate-papo sobre ficção científica literária, mulheres que se destacaram nas produções de Star Trek, e uma conversa sobre a nova série da franquia que acaba de estrear na Netflix, Star Trek: Discovery.

Para esses painéis, a organização do evento chamou pessoas que são verdadeiras autoridades no assunto aqui no Brasil, como autores de livros de ficção científica, membros do fã-clube Star Trekkers, além de administradores de sites e vlogs especializados como o Diário do Capitão, Frota Estelar Brasil, Trek Brasilis e até mesmo o pessoal do Conselho Jedi de São Paulo.

É isso mesmo: na TrekkerCon, não existe "treta" entre Star Trek e Star Wars! O tema, inclusive, foi tema de um painel especial sobre as duas franquias. Também vimos pessoas fantasiadas como Chewbacca, ou portando sabres de luz – tudo com a mais perfeita harmonia. 

O retorno de Star Trek às telinhas

Depois de Star Trek ter retornado em grande estilo aos cinemas, graças ao reboot da história da série clássica pelas mãos do diretor J. J. Abrams, que começou com o longa Star Trek em 2009, passando por Star Trek: Além da Escuridão, em 2013, para depois recebermos Star Trek: Sem Fronteiras sob a direção de Justin Lin, agora é a vez da televisão voltar a exibir uma produção Star Trek à altura da criação de Roddenberry.

Star Trek: Discovery estreou no domingo (24) pela CBS All Access, o serviço de streaming da emissora norte-americana. Criada por Bryan Fuller e Alex Kurtzman, a série é a sétima da franquia Star Trek e se passa mais ou menos uma década antes dos eventos revelados na série clássica, dos anos 1960. Ao longo dos próximos episódios, que serão exibidos também pela Netflix após a transmissão nos Estados Unidos, veremos a nave USS Discovery explorando novos mundos e civilizações, do jeitinho que a gente gosta.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.