Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Voyager Space e Airbus vão operar a futura estação espacial Starlab

Por| Editado por Patricia Gnipper | 03 de Agosto de 2023 às 10h25

Link copiado!

Voyager Space
Voyager Space

O projeto da estação espacial comercial Starlab vai contar com o apoio de mais empresas. Em um comunicado, a Airbus Defence and Space e Voyager Space anunciaram uma parceria para atuar no projeto da estação, que deve ser lançada ainda nesta década.

Em janeiro, a Voyager revelou que a Airbus iria fornecer o apoio técnico para a estação, sem divulgar outros detalhes sobre tal apoio. Agora, o novo anúncio mostra que, além de as empresas terem firmado o compromisso para trabalhar na estação, elas planejam atrair parcerias com governos da Europa.

No comunicado, as companhias afirmaram que “a iniciativa liderada pelos Estados Unidos vai unir líderes mundiais no domínio espacial, enquanto une os interesses europeus e norte-americanos na exploração do espaço”.

Continua após a publicidade

O projeto da estação Starlab foi anunciado pela Voyager Space em outubro de 2021, ano em que a NASA concedeu US$ 160 milhões para a elaboração do design inicial da estação. Na época, a empresa revelou que a iniciativa seria desenvolvido por meio de um consórcio formado por outras duas companhias, a Lockheed Martin e a Nanoracks, subsidiária da Voyager.

Elas planejam iniciar as operações da estação em 2028. Se o cronograma for cumprido, isso quer dizer que a estação Starlab vai estar em funcionamento ainda nesta década, ou seja, alguns anos antes de a Estação Espacial Internacional ser destruída.

As atividades da Starlab vão ter foco em pesquisa, ao invés do turismo espacial. Ela foi projetada para ir ao espaço em um único lançamento, equipada em solo com todos os equipamentos solicitados por seus clientes. Matthew Kuta, presidente da Voyager Space, afirmou que a equipe do projeto concluiu uma análise dos requisitos de sistema necessários, conduzida junto da NASA.

Fonte: PR Newswire; Via: SpaceNews