Veja o cometa NEOWISE brilhando acima do foguete Falcon 9, da SpaceX

Veja o cometa NEOWISE brilhando acima do foguete Falcon 9, da SpaceX

Por Daniele Cavalcante | 21 de Julho de 2020 às 11h40
Miloslav Druckmuller

O cometa C/2020 F3 NEOWISE continua roubando a atenção de astrônomos, observadores e amantes da astronomia, e deve continuar assim até que ele desapareça por completo de nossa vista. Dessa vez, ele foi fotografado logo acima do foguete Falcon 9, na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida.

A imagem espetacular foi publicada pela SpaceX no Twitter na segunda-feira (20), enquanto o foguete se preparava para lançar o Anasis 2, o primeiro satélite militar da Coreia do Sul.

Foto: SpaceX 

Com o cometa passando acima do foguete, o cenário parece uma composição quase poética. Acima, as estrelas brilham distantes, enquanto o NEOWISE continua sua jornada rumo aos confins do Sistema Solar, nas nuvens de Oort. Abaixo, as luzes artificiais da base de lançamento iluminam o Falcon 9, criado para viajar ao espaço e colaborar com o avanço da humanidade na conquista do cosmos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O C/2020 F3 NEOWISE tem 5 km de largura e foi descoberta em 27 de março pela sonda Near-Earth Object Wide-field Infrared Survey Explorer, da NASA. O cometa se aproximou ao máximo do Sol em 3 de julho e começou a voltar para seu ponto mais distante. No caminho, se aproxima da Terra e se torna mais visível. Ele é o cometa mais brilhante a aparecer no céu desde o Hale-Bopp, em meados dos anos 90.

Sua maior aproximação da Terra será na próxima quarta-feira (22 de julho), quando estará a 103 milhões de km do nosso planeta. No dia seguinte, o NEOWISE começará a ficar visível também no Brasil, portanto, fique atento: ele vai aparecer sempre logo após o pôr do Sol, e você deve olhar o céu na direção noroeste. Para quem é de São Paulo, será possível vê-lo a partir do dia 24.

Infelizmente, o espetáculo não vai durar muito tempo. O cometa permanecerá visível a olho nu até o final de julho, embora os cometas possam ser bastante imprevisíveis e nos reservar alguma surpresa.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.