Veja a bandeira de tecido que a China hasteou na Lua e saiba mais sobre ela

Veja a bandeira de tecido que a China hasteou na Lua e saiba mais sobre ela

Por Daniele Cavalcante | 08 de Dezembro de 2020 às 11h25
CNSA/CLEP

Além de ter sido a primeira missão de coleta de amostras lunares desde o final da década de 1970, a Chang'e 5 também representa tecnologia de ponta até mesmo no que diz respeito à bandeira da China na superfície lunar. Isso mesmo, a China agora tem uma bandeira real hasteada na Lua, a primeira nação a realizar este ato simbólico no século XXI.

Embora as missões Chang'e 3 e Chang'e 4 tenham pousado na Lua com a bandeira chinesa estampada em seus módulos de pouso, desta vez foi diferente. A equipe da missão preparou uma bandeira de tecido enrolada em um tipo de pergaminho mecânico, que, ao ser acionado no momento certo, abriu para que ficasse hasteada para sempre. Já que o módulo de pouso não vai a lugar algum, a bandeira também ficará por lá.

O hasteamento ocorreu pouco antes de o veículo de subida, acoplado no módulo de pouso, decolar rumo à órbita lunar com as amostras coletadas. A bandeira pesa apenas 12 gramas e pode "manter suas cores verdadeiras" mesmo nas variações extremas de temperatura que a Lua oferece. Para isso, foi necessário mais de um ano de preparo para que o tecido correspondesse às expectativas dos cientistas chineses.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Além de resistir às temperaturas extremas, a bandeira também é relativamente plana e foi projetada para ser à prova de formação de quaisquer rugas, de acordo com as autoridades chinesas. No total, o sistema de hasteamento da bandeira tem cerca de 0,5 metro de comprimento e pesa apenas 1 kg. Tudo isso só foi possível com um novo tipo de material criado pelos pesquisadores. "Embora esta seja apenas uma fina bandeira vermelha de cinco estrelas, tem um alto conteúdo tecnológico", disse Ma Wei, o comandante do projeto de sistema de exibição de bandeira.

Agora, a China exibe seu símbolo nacional em superfície lunar ao lado dos EUA, que também deixaram sua bandeira durante as seis missões Apollo que pousaram na Lua entre 1969 e 1972.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.