Touchdown! Helicóptero Ingenuity já está liberado na superfície de Marte

Por Wyllian Torres | 05 de Abril de 2021 às 11h24
NASA/JPL-Caltech

Depois de uma longa viagem acoplado à “barriga” do rover Perseverance, o helicóptero Ingenuity foi totalmente liberado na superfície marciana — ainda mais próximo do tão aguardado voo de teste, previsto para o próximo dia 11 de abril. Em nova imagem publicada no último final de semana pelo Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da NASA, a pequena aeronave aparece posicionada em seu campo de voo e agora segue por conta própria em Marte.

Desde o pouso do Perseverance, em 18 de fevereiro deste ano, o helicóptero usava o sistema de energia do rover, mas, agora que finalmente está sobre solo marciano, o Ingenuity usará sua própria bateria para sobreviver às noites marcianas congelantes, aquecendo e protegendo seus componentes elétricos contra possíveis danos causados por congelamento.

O helicópero Ingenuity em seu local de voo, registrado pelo rover Perseverance (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

O chefe de projeto do helicóptero e engenheiro do JPL, Bob Balaram, explica que o aquecedor mantém o interior da aeronave a uma temperatura de 7 °C — as noites no Planeta Vermelho podem chegar até 90 ºC negativos. "Isso protege confortavelmente os principais componentes, como a bateria e alguns dos componentes eletrônicos sensíveis, contra danos causados ​​por temperaturas muito baixas", acrescenta o engenheiro.

Nos próximos dias, a equipe do helicóptero avaliará o funcionamento dos painéis solares — responsáveis por recarregar as baterias do Ingenuity —, antes de iniciar os testes com os motores e sensores antes da primeira tentativa de voo. Fazer o helicóptero decolar pelos ares de Marte será um grande desafio, uma vez que a atmosfera do planeta possui cerca de 1% da densidade da atmosfera terrestre.

Pesando cerca de 1,8 kg, o pequeno Ingenuity custou aproximadamente US $85 milhões para a NASA e seu voo será exclusivamente experimental — se tudo ocorrer como o planejado, a nova tecnologia abrirá outras possibilidades de explorar outros mundos, além de rovers na superfície e de sondas orbitais.

O helicóptero alcançará a uma altura de três metros por 30 segundos em cada voo, e este processo deve se repetir pelo menos cinco vezes durante os 30 sóis (ou 31 dias terrestres) — período da missão em que o Ingenuity terá para realizar seus testes. A aeronave também registrará imagens em alta resolução durante seu voo. Agora é aguardar pelos próximos passos, ou melhor, pelo primeiro (e aguardo) voo!

Fonte: ScienceAlert!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.