Telescópio espacial TESS já encontrou 5.000 candidatos a exoplanetas

Telescópio espacial TESS já encontrou 5.000 candidatos a exoplanetas

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 20 de Janeiro de 2022 às 20h00
NASA

O catálogo de candidatos a exoplanetas já identificados pelo telescópio Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS), da NASA, acaba de passar a marca dos 5.000 objetos de interesse. Grande parte destes números vem do levantamento Faint Star Search, liderado por Michelle Kunimoto. A missão foi lançada em 2018 e, desde então, o catálogo de descobertas vem crescendo em ritmo estável.

A descoberta de novos candidatos a planetas e a incorporação deles ao catálogo de objetos de interesse é apenas o primeiro passo. Agora, astrônomos de todo o mundo vão estudar esses mundos, chamados TOIs, para confirmar se, de fato, são planetas. Enquanto isso, o catálogo de planetas já confirmados a partir de observações anteriores deverá continuar crescendo.

Mapa do céu com a posição dos mais de 5.000 candidatos a exoplanetas já identificados ao longo da missão do TESS (Imagem: Reprodução/NASA/MIT/TESS)

Kunimoto explica que, somente no ano passado, o TESS encontrou mais de 2.400 objetos de interesse. “Hoje, o TESS chegou a mais que o dobro deste número, um grande feito para a missão e para todas as equipes que analisam os dados todos os dias em busca de novos planetas”, comemorou. Os TOIs adicionados em dezembro são, na verdade, do terceiro ano da missão.

O telescópio observou novamente áreas visíveis do hemisfério norte, fazendo novas visitas a estrelas já observadas em 2018. A missão primária do telescópio foi concluída em 2020 e, hoje, ele opera em sua missão estendida. Hoje, o TESS está observando o hemisfério norte e o plano da eclíptica, junto de regiões do céu já observadas por missões anteriores, como o telescópio Kepler.

O TESS monitora milhares de estrelas em busca de pequenas reduções no brilho delas, que podem ser causadas pelo trânsuto planetário (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

Katharine Hesse, gerente do TESS, observa que os dados do primeiro ano da missão estendida já permitiram acrescentar dúzias de novos candidatos à lista dos TOIs encontrados durante a missão primária. “Estou animada para ver quantos sistemas multiplanetários vamos encontrar durante o restante da missão estendida e nos próximos anos”, comentou.

Há planos para estender a missão do TESS até 2025 e, quem sabe, além, o que deverá ajudar a revelar ainda mais possíveis exoplanetas.

Fonte: MIT

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.