SpaceX vai lançar mais três missões privadas à ISS entre 2022 e 2023

SpaceX vai lançar mais três missões privadas à ISS entre 2022 e 2023

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 02 de Junho de 2021 às 21h20
SpaceX

Nesta quarta-feira (2), a SpaceX e a Axiom Space anunciaram que fecharam um novo acordo, que irá proporcionar o lançamento de mais três missões privadas rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) e que serão realizadas a partir do ano que vem, seguindo até meados de 2023. O anúncio vem após uma primeira missão privada anunciada previamente, que deve acontecer no início do ano que vem e sinaliza que a agenda do laboratório orbital deverá ficar apertada nos próximos anos.

As três novas missões serão realizadas com seis meses de intervalo entre cada uma, ocorrendo depois da missão Ax-1, que marca o primeiro voo feito pela Axiom com a cápsula Crew Dragon e completamente tripulado por civis. Depois, a segunda missão será a Ax-2, que será comandada por Peggy Whitson, astronauta veterana da NASA. Não foram revelados quem serão os tripulantes das missões Ax-3 e Ax-4, mas podemos estimar que todos irão passar períodos semelhantes a bordo da ISS.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Ainda não há mais informações sobre as datas exatas de realização destas outras missões — até porque as datas e outros parâmetros precisam ser aprovados pela NASA, que é a responsável pelo cronograma de atividades do laboratório orbital e pelos demais parceiros do programa da estação. A SpaceX afirmou que, junto da agência espacial norte-americana, a empresa irá fornecer treinamento de todos os procedimentos necessários para os tripulantes da Axiom Space.

Enquanto não são liberados mais detalhes destes voos, vale lembrar que já existe uma missão privada que deve ocorrer ainda neste ano: o bilionário japonês Yusaku Maezawa viajará para a ISS em dezembro, acompanhado de seu assistente de produção. Depois, ele tem planos para uma missão na órbita lunar a bordo do foguete Starship, da SpaceX, junto de convidados que ainda serão selecionados.

A proposta destas quatro missões privadas da Axiom Space com a SpaceX e sua nave Crew Dragon devem deixar o cronograma da ISS um pouco agitado, porque o laboratório orbital tem somente duas portas de acoplagem — uma é compatível com a cápsula da SpaceX e outra com a Starliner, da Boeing. Por isso, se considerarmos os planos para voos da Starliner nos próximos meses, somados ao fato de a NASA permitir somente dois voos privados anuais por ano, ainda não está claro se, de fato, as novas missões serão aprovadas para 2023.

Fonte: TechCrunch, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.