SpaceX lança mais um lote de satélites Starlink e recupera estágio com sucesso

SpaceX lança mais um lote de satélites Starlink e recupera estágio com sucesso

Por Daniele Cavalcante | 22 de Abril de 2020 às 17h20
SpaceX

A SpaceX realizou nesta quarta-feira (22), às 16h30 (horário de Brasília), mais um lançamento de satélites Starlink, depois de o anterior ter acontecido no mês de março. O foguete Falcon 9 decolou do Complexo de Lançamento 39A no Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida, e aumentou o número da frota para 422 satélites na órbita terrestre baixa.

Após a separação dos estágios, a SpaceX recuperou o primeiro estágio do Falcon 9 no navio-drone “Of Course I Still Love You”, que aguardava o pouso no Oceano Atlântico. Esse é sempre um momento aguardado pela equipe, pois a SpaceX falhou na recuperação do primeiro estágio em alguns lançamentos anteriores.

Momento do lançamento do Falcon 9 (Imagem: SpaceX)

Essa foi a quarta recuperação bem sucedida do boost utilizado atualmente em lançamentos Starlink, e o pouso foi acompanhado por aplausos da equipe durante a transmissão ao vivo da SpaceX. Às 16h46, foi realizada, com sucesso, a implantação dos satélites na órbita terrestre.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O voo de hoje marca o sétimo lançamento bem-sucedido do projeto Starlink, posicionando os lotes de satélites em órbita conforme o previsto. Vários outros lançamentos Starlink seguem previstos para 2020, mas a “constelação” deve diminuir um pouquinho em breve. É que a SpaceX planeja desativar dois deles - os dois primeiros protótipos que foram lançados.

Momento da recuperação do primeiro estágio do Falcon 9 (Imagem: SpaceX)

A empresa de Elon Musk pretende iniciar a oferta da conectividade banda larga de alta velocidade e baixa latência em algumas regiões dos Estados Unidos e do Canadá ainda neste ano. Com este lançamento, é possível que o conjunto de satélites, embora ainda inicial, já seja capaz de prover uma oferta inaugural, já que Musk havia informado ser necessário algo entre 400 e 800 satélites para tal. A constelação final prevê um total de 30 mil unidades, mas a SpaceX pode conseguir aprovação para elevar esse número a um total de 42 mil satélites.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.