SpaceX ativa pela 1ª vez motores do protótipo SN20 do Starship

SpaceX ativa pela 1ª vez motores do protótipo SN20 do Starship

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 19 de Outubro de 2021 às 18h40
SpaceX

Ainda não há data para acontecer o primeiro teste de voo orbital do veículo Starship, da SpaceX, mas a empresa segue nos preparativos deste novo marco histórico. Nesta semana, o protótipo SN20 passou por um teste rápido nas instalações da empresa no Texas, em que seus motores foram acionados breve e silenciosamente. Como não houve o som característico da ativação dos motores Raptor, é possível que este tenha sido uma espécie de teste de ativação prévia deles. 

Cada um dos seis motores Raptor tem dois dispositivos em seu interior, onde ocorre o aquecimento e mistura do oxigênio líquido com metano. Assim, existe também a possibilidade de que, em breve, a empresa execute um teste de ignição estática, em que os motores do protótipo serão totalmente ativados enquanto o veículo se mantém preso ao solo. 

Confira o vídeo do teste inicial com os motores do SN20:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Este e demais procedimentos ocorrem em antecipação a um teste de voo orbital não tripulado, que ainda não tem data para acontecer devido a processos regulatórios em andamento — a Federal Aviation Administration, agência que regula voos nos Estados Unidos, ainda está conduzindo uma avaliação ambiental do local de lançamento. Quando estiver liberado para o lançamento, o Starship deverá ser lançado de Boca Chica, no Texas, viajando em torno da Terra e retornando para uma reentrada controlada, seguida de pouso no Oceano Pacífico. 

O sistema Starship, formado pela nave de mesmo nome e pelo propulsor Super Heavy, é a grande aposta da SpaceX para levar pessoas e cargas à Lua, Marte e outros destinos. Em agosto, a empresa montou a nave no topo do propulsor pela primeira vez, resultando em um veículo de 120 m de altura, considerado o maior foguete já construído. A composição não se manteve de pé por muito tempo, já que os funcionários da SpaceX desmontaram o sistema em seguida para trabalhar em cada um de seus componentes.  

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.