Se cuida, Boeing! NASA quer outras empresas privadas lançando astronautas à ISS

Se cuida, Boeing! NASA quer outras empresas privadas lançando astronautas à ISS

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 22 de Outubro de 2021 às 23h20
Reprodução/NASA

A NASA pretende contratar outras empresas do setor privado para levar seus astronautas para a Estação Espacial Internacional (ISS). A agência espacial divulgou nesta semana um pedido de informações, que seria o primeiro passo em direção a novos contratos. A notícia chega duas semanas após a Boeing anunciar mais um adiamento do teste de voo da cápsula Starliner, contrata pela agência norte-americana sob o Commercial Crew Program.

O lançamento da Starliner deveria ter acontecido em agosto deste ano, mas problemas em suas válvulas levaram a uma série de atrasos, até que NASA e Boing optaram por transferir o lançamento para o próximo ano — mas ainda sem qualquer previsão de data. "A NASA precisa de voos adicionais de rotação de tripulação para a estação espacial além das doze missões que a agência concedeu à Boeing e à SpaceX nos termos dos contratos atuais", explicou Phil McAlister, diretor de voos espaciais comerciais da agência estadunidense.

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley durante a missão Demo-2 (Imagem: Reprodução/NASA/Bill Ingalls)

Em 2014, por meio do Commercial Crew Program, a NASA contratou a Boeing e a SpaceX para transportar seus astronautas de e para a ISS, uma vez que o programa dos ônibus espaciais se aposentou em 2011 e, desde então, os EUA dependiam da Rússia nesse transporte. Como resposta ao contrato, a Boeing fabricou a nave Starliner, que, até agora, realizou apenas um voo de teste não tripulado em 2019, no qual a nave não conseguiu chegar à ISS por conta de um erro de software. Em contrapartida, a SpaceX já realizou três missões tripuladas e planeja a próxima para a semana que vem.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A NASA esperava que os voos tripulados iniciais comerciais começassem a partir de 2017, mas os atrasos por parte da SpaceX e da Boeing levaram a agência a continuar enviando seus astronautas ao espaço através da nave russa Soyuz. Somente em maio de 2020 os primeiros tripulantes, Bob Behnken e Doug Hurley, chegaram à ISS sob o contrato do Commercial Crew Program, com a missão Demo-2.

Os futuros sistemas de voo terão até 2027 para adquirirem a certificação para voos tripulados, segundo a NASA. O número de missões comerciais adicionais ou de assentos que a agência planeja contratar para cada voo serão determinados de acordo com as especificações de cada uma das missões.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.