Sucesso! Rover Perseverance coleta e armazena sua primeira amostra de Marte

Sucesso! Rover Perseverance coleta e armazena sua primeira amostra de Marte

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 02 de Setembro de 2021 às 15h10
NASA/JPL-Caltech/ASU

Em agosto, o rover Perseverance, da NASA, fez sua primeira tentativa de coletar uma amostra de rocha em Marte, mas não teve sucesso. Agora, veio o alívio para os cientistas da missão: nesta quarta-feira (1º), o rover tentou novamente obter as amostras e, desta vez, tirou fotos do material no tubo, que foram enviadas à equipe na Terra. As imagens mostram que deu tudo certo e, agora, o Perseverance irá selar o tubo com o material e guardá-lo.

A primeira tentativa foi realizada em 6 de agosto. Naquele dia, o Perseverance perfurou, coletou e selou uma amostra de rocha, e tudo pareceu correr bem — exceto pelo fato de que a equipe descobriu que tubo que deveria conter o material estava vazio. “Foi um pouco desesperador”, comentou Kenneth A. Farley, cientista de projeto do Perseverance. Depois, eles descobriram que isso aconteceu porque a rocha tinha estrutura frágil demais, que acabou se fragmentando em pedaços pequenos demais para o rover coletar.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Felizmente, nem tudo foi perdido, já que o tubo contém uma ótima amostra da atmosfera marciana sem contaminação. Agora, para essa nova tentativa, o rover seguiu em direção a uma região um pouco mais alta que a paisagem nos arredores. Então, a equipe escolheu a rocha que pareceu ser a mais rígida no local: eles decidiram seguir com a rocha apelidada de “Rochette”, que mostrou ter resistido à passagem do tempo e à ação do vento, o que sugeria que era firme o suficiente para o procedimento. Além disso, ela parece ser um pedaço de lava endurecido, que poderá permitir estabelecer a idade dela e de suas camadas com precisão.

A primeira amostra obtida pelo Perseverance; os cientistas esperavam que ela fosse um pouco mais espessa que um lápis (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/ASU)

Farley comentou que a rocha é um alvo bastante valioso, mas ainda vai demorar um pouco até que os cientistas possam estudar esta e as próximas amostras que serão obtidas. Um dos objetivos da missão do rover é coletar amostras de rochas e solo que, futuramente, serão coletadas para serem enviadas à Terra; contudo, esse resgate do material deverá acontecer somente na próxima década. Enquanto esse momento não chega, o Perseverance continuará explorando a cratera Jezero em companhia do pequeno helicóptero Ingenuity.

Fonte: NY Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.