Rover Curiosity encontra estranha rocha "torcida" em Marte

Rover Curiosity encontra estranha rocha "torcida" em Marte

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 03 de Agosto de 2021 às 18h20
NASA/JPL-Caltech/LANL

O rover Curiosity chegou à cratera Gale, em Marte, em 2012. Enquanto explora a região, que é o resultado de um grande impacto ocorrido no passado, o veículo encontrou uma formação de estrutura bastante curiosa. Um dos instrumentos que equipa o Curiosity registrou uma pequena rocha que parece estar “torcida”, formando algo parecido com um arco.

O registro foi feito enquanto o Curiosity escalava uma região cujos dados orbitais mostraram haver uma transição na composição das camadas da montanha chamada Mount Sharp, formação geológica com algumas partes contendo argila e, outras, enxofre, que conferem diferentes texturas. Nisso, algumas das imagens mais interessantes feitas pelo rover resultaram na que você vê abaixo, da rocha em "arco":

A imagem que você viu acima é, na verdade, uma composição feita por Kevin Gill, engenheiro de software e especialista em edição de imagens, que reuniu os diferentes registros originais do instrumento ChemCam RMI e, assim, chegou a este resultado. Segundo Abigail Fraeman, cientista planetária do Laboratório de Propulsão a Jato, o campo de visão do instrumento mede apenas 16,5 cm. Por isso, a formação deve ser bastante pequena.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Não há informações sobre a composição da rocha, mas, mesmo assim, ela parece estar resistindo à ação do vento e de outros agentes erosivos presentes em Marte. Agora, o rover Curiosity irá continuar suas explorações — com um foco especial em Champeaux, uma rocha nodular. Além disso, a equipe espera também usar os instrumentos MastCam e ChemCam para produzir mosaicos de algumas regiões interessantes por perto, para depois seguir viagem até Mount Sharp. Quem sabe quais serão as próximas formações curiosas que o Curiosity irá encontrar no caminho?

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.