Publicidade

Novas fotos mostram como foi choque da sonda da NASA com asteroide

Por| Editado por Patricia Gnipper | 09 de Novembro de 2023 às 10h28

Link copiado!

ESO/M. Kornmesser
ESO/M. Kornmesser

Novas fotos da colisão da sonda DART com o asteroide Dimorphos foram reveladas. O cientista cidadão Jacint Roger Perez compilou uma série de imagens novas da colisão, e as combinou em vídeos que revelam novas perspectivas do momento em que a espaçonave atinge a rocha espacial.

As novas fotos do impacto foram capturadas pelo LICIAcube, um satélite da agência espacial italiana. Ele foi ao espaço com a DART, e foi liberado um pouco antes da colisão para registrar o evento à distância.

Perez processou e compilou as imagens do LICIAcube. Ele publicou os vídeos produzidos em seu perfil no X, o antigo Twitter:

Continua após a publicidade

A sequência mostra grandes filamentos de poeira liberados da superfície de Dimorphos. O impacto liberou mais de um milhão de quilos de material do asteroide e formou uma cauda que se estendeu por mais de 10 mil quilômetros.

O LICIACube não foi o único que acompanhou os resultados da DART. Os telescópios Hubble e James Webb também observaram a colisão, capturando imagens que mostram as plumas de material ejetadas.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A missão DART

A DART (sigla de Double Asteroid Redirection Test) foi uma demonstração de tecnologia, desenhada para validar uma técnica de desvio de asteroides com uma espaçonave de impacto cinético. Ela viajou por mais de 10 meses até se chocar com Dimorphos, asteroide que mede 160 metros de diâmetro.

Ele orbita Didymos, uma rocha espacial que mede 780 m de diâmetro. Após meses de análises, os cientistas da NASAconfirmaram que o choque da DART com Dimorphos alterou sua órbita ao redor de Didymos: antes do evento, Dimorphos orbitava Didymos a cada 11 horas e 55 minutos. Após a colisão, o período orbital foi reduzido em 32 minutos.