Nova foto da sonda BepiColombo revela detalhes da superfície de Mercúrio

Nova foto da sonda BepiColombo revela detalhes da superfície de Mercúrio

Por Danielle Cassita | Editado por Rafael Rigues | 23 de Junho de 2022 às 15h45
ESA/BepiColombo/MTM

A missão BepiColombo, da Agência Espacial Europeia (ESA) e JAXA, a agência espacial do Japão, tirou uma bela foto da superfície de Mercúrio durante a manhã desta quinta-feira (23). A imagem foi capturada enquanto a missão sobrevoava nosso vizinho para uma manobra de assistência gravitacional, a cerca de 920 km acima de sua superfície. Novas fotos do sobrevoo devem ser publicadas nesta sexta-feira (24).

A foto foi feita às 6h49 (horário de Brasília) pela câmera Monitoring Camera 2, e mostra algumas partes do Mercury Planetary Orbiter, orbitador da missão construído pela ESA: entre elas, está o magnetômetro, que se estende da esquerda para a direita. Já na parte inferior, está uma pequena parte da antena da sonda.

Confira:

Foto de Mercúrio feita pela missão BepiColombo, com indicações das formações na superfície (Imagem: Reprodução/ESA/BepiColombo/MTM)

Além dos detalhes da nave, a foto traz também características da superfície de Mercúrio, marcada por grandes crateras de impacto. Junto delas, há uma longa estrutura com 200 km de extensão (a foto mostra cerca de 170 km dela), que aparece parcialmente escondida pelo magnetômetro. Chamada “Challenger Rupes”, a formação tem 2 km de altura e é parte do padrão global de falhas geológicas de Mercúrio.

À direita de Challenger Rupes, está uma cratera ainda sem nome definido. Ela tem cerca de 140 km de diâmetro e, em seu interior, há uma pequena área brilhante, formada pelos detritos ejetados de uma cratera menor e relativamente jovem; a região conta também com duas escarpas paralelas a Challenger Rupes. No interior da maior, há uma cobertura de lava que se estende até Catuilla Planum, as planícies de relevo suave ao redor.

Já a cratera Eminescu, próxima do canto superior direito da foto, tem 130 km de diâmetro e um pico em seu centro. Como tem formações geológicas “ocas” e únicas em Mercúrio, esta cratera poderá render estudos interessantes no futuro. Por fim, à direita, está a cratera Xiao Zhao; ela tem 24 km de diâmetro e tem “raios” formados por material ejetado durante o impacto que a esculpiu.

Esta foi a segunda assistência gravitacional da missão em nosso vizinho e o quinto de nove sobrevoos, no total; a BepiColombo ainda sobrevoará a Terra, Vênus e Mercúrio para ajustar sua trajetória e entrar definitivamente em órbita do planeta mais próximo do Sol em 2025. Assim, a nova foto é apenas um “gostinho” da geologia de Mercúrio, já que ainda há muito por vir quando a BepiColombo estiver na órbita dele.

Fonte: ESA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.