Missão lunar comercial será inteiramente paga com a criptomoeda Dogecoin

Missão lunar comercial será inteiramente paga com a criptomoeda Dogecoin

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 10 de Maio de 2021 às 14h30
NASA/Dogecoin

Neste domingo (9), a Geometric Energy Corporation (GEC) anunciou o lançamento da missão DOGE-1, com destino à Lua. O objetivo da empreitada é levar uma carga útil ao nosso satélite natural no ano que vem com um foguete Falcon 9, da SpaceX, e tudo isso será pago com a criptomoeda Dogecoin, usada pela primeira vez na história para financiar uma missão espacial.

A missão DOGE-1 será gerenciada pela Geometric Space Corporation (GSC), que, junto da SpaceX, lançará um satélite de 40 km “de carona” no foguete, nesta missão de carga útil lunar. O satélite estará equipado com câmeras e sensores, além de sistemas computacionais e de comunicação integrados para que, assim, consiga adquirir inteligência lunar e espacial. O lançamento está estimado para acontecer no início de 2022.

Em um comunicado oficial, Samuel Reid, diretor executivo da GEC, explica que o acordo fechado para a missão solidifica a Dogecoin como uma moeda para negócios lunares no setor espacial. Já Tom Ochinero, vice-presidente de vendas comerciais na SpaceX, destacou como a missão demonstrará a aplicação das criptomoedas para além da órbita da Terra, além de criar uma base para o comércio interplanetário: “estamos empolgados para levar a DOGE-1 para a Lua!", finalizou.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Esta criptomoeda, que nasceu em 2013 como uma brincadeira entre dois engenheiros, esteve em alta recentemente — tanto que foram feitas tantas negociações com a moeda que houve mau funcionamento no aplicativo Robinhood, de negociação. Segundo o comunicado, a transação firma a DOGE como uma moeda rápida, confiável e segura para realizar operações que ficam além do que os bancos tradicionais atendem, além de ser sofisticada o suficiente para financiar completamente uma missão lunar.

Elon Musk, CEO da SpaceX, é o maior apoiador da Dogecoin, e faz publicações sobre a moeda frequentemente em sua conta do Twitter. Assim, o novo anúncio vem em um momento importante para a criptomoeda, que teve uma semana de picos e quedas bruscas em seu preço. O comunicado e as menções sobre a solidificação da criptomoeda para negócios espaciais parecem surgir no combate à instabilidade da moeda.

Fonte: PR News Wire, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.