SpaceX revela sua primeira missão espacial totalmente composta por civis

Por Danielle Cassita | 02 de Fevereiro de 2021 às 12h30
SpaceX

A SpaceX anunciou planos para o lançamento da missão Inspiration4, a primeira totalmente composta por civis, que passará uns dias na órbita da Terra. Com lançamento estimado para o final de 2021, a missão terá objetivo filantrópico e irá contar com o empreendedor Jared Isaacman como comandante. Os ocupantes dos outros três assentos ainda não foram revelados, mas serão escolhidos pela SpaceX para representar pilares como liderança, esperança, generosidade e prosperidade.

Isaacman é piloto treinado e diretor executivo da Shift4 Payments, empresa que fornece soluções em pagamentos. Ele já doou US $100 milhões para a instituição St. Jude Children’s Research Hospital, focada principalmente no tratamento do câncer em crianças. Agora, espera arrecadar mais 200 milhões por meio de doações dos interessados em participar da missão — a ideia é que cada pessoa doe pelo menos US $10 para a instituição para concorrer a um dos demais assentos da nave Crew Dragon, sendo que um já está ocupado.

Jaren Isaacman nas instalações da SpaceX, na Califórnia (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Assim, Isaacman cedeu os outros dois assentos para os doadores do hospital: o primeiro será reservado a um embaixador da instituição, que está diretamente relacionado à missão e exemplifica o pilar da esperança, e o segundo irá representar o pilar da generosidade. Ao longo de fevereiro, os interessados podem tentar se juntar ao voo espacial enquanto contribuem para a missão do hospital. “Quero usar esse momento histórico para inspirar a humanidade enquanto ajudamos na luta contra o câncer aqui na Terra”, disse ele.

Segundo Elon Musk, CEO da SpaceX, a iniciativa será um passo importante: “reduzir os custos ao longo do tempo e tornar o espaço acessível para todos é parte da missão da SpaceX”. Antes do voo, os tripulantes serão treinados pela empresa com foco especial em mecânica orbital, operações em microgravidade, gravidade zero e outros testes. O lançamento será feito com um foguete Falcon 9, e é esperado que eles passem até cinco dias na Crew Dragon, seguindo uma rota de voo personalizada ao redor da Terra.

A nave orbitará nosso planeta a cada 90 minutos e, ao fim da missão, a cápsula irá reentrar na atmosfera terrestre para pousar suavemente no litoral da Flórida. Contudo, de acordo com Musk, esse período pode mudar: “os parâmetros da missão serão decididos por Jared”, disse ele. “A missão pode durar de dois a quatro dias, mas se quiserem ficar mais tempo lá, tudo bem”, completou. Ainda não há detalhes do treinamento, mas é certo que terá a duração suficiente para os futuros tripulantes, três estranhos uns para os outros, se conhecerem: “nós todos vamos nos conhecer incrivelmente bem muito antes de ficarmos na Dragon”, comentou Isaacman.

Não há informações sobre a data do lançamento da missão, mas é esperado que o lançamento ocorra no final de 2021. Caso surja algum imprevisto e seja necessário adiá-la para o próximo ano, a tripulação receberá um prêmio alternado de U$ 150 mil. Anteriormente, a SpaceX levou astronautas treinados da NASA e da agência espacial japonesa JAXA com destino à Estação Espacial Internacional. Agora, a Inspiration4 vem seguida da Ax-1, com lançamento também estimado para o final de 2021, para levar quatro astronautas a uma estadia de oito dias a bordo do laboratório orbital.

Fonte: The Verge, Business Wire

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.