Imagens de satélite mostram a sombra da Lua na Terra durante o eclipse solar

Por Daniele Cavalcante | 16 de Dezembro de 2020 às 10h30
Fred Espenak

Um eclipse solar acontece quando a Lua passa em frente ao Sol, bloqueando a luz da nossa estrela. Como consequência, a sombra lunar se projeta sobre alguma região de nosso planeta, movimentando-se sobre nossa superfície de acordo com o movimento de ambos os corpos — Lua e Terra. Foi este fenômeno que vimos na segunda-feira (14).

Aqui no Brasil, pudemos ver um eclipse parcial, com a Lua cobrindo apenas uma parte do Sol. Isso ocorre porque nosso satélite natural não é muito grande. Por isso, a sombra que ela projeta sobre o planeta cobre apenas algumas áreas. Uma maneira bem simples (mas que exige muita tecnologia) de ver como o fenômeno acontece é através de imagens de satélites.

Felizmente, a National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) compartilhou um vídeo impressionante do último eclipse solar, gravado pelo satélite GOES-16. Nas imagens, podemos ver nitidamente a sombra da lua percorrendo o Oceano Pacífico e deixando partes do Chile e da Argentina no escuro. Uma boa parte do Oceano Atlântico também viu o dia virar noite durante o evento.

Se você perdeu o eclipse por não ter sido muito perceptível em sua região, ou por ter se deparado com nuvens, pode conferir algumas imagens incríveis no vídeo abaixo. Nele, você perceberá que mesmo no eclipse total, ainda vemos uma projeção de luz solar intensa em torno do disco lunar. Esses raios luminosos são a corona do nosso Sol, que é muito mais quente que a própria superfície de nossa estrela. É por isso que jamais devemos olhar diretamente para o eclipse, mesmo que a Lua pareça bloquear toda a luz solar.

O próximo eclipse solar será anular e ocorrerá no dia 10 de junho de 2021, mas será visível apenas em partes da Rússia, Groenlândia e norte do Canadá. O norte da Ásia, Europa e Estados Unidos verão um eclipse parcial. Um eclipse anular ocorre quando a Lua está mais longe de nosso planeta e, portanto, não é capaz de bloquear totalmente a luz solar.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.