Fragmentos do meteoro que explodiu sobre o Mississipi estão sendo encontrados

Fragmentos do meteoro que explodiu sobre o Mississipi estão sendo encontrados

Por Wyllian Torres | Editado por Rafael Rigues | 04 de Maio de 2022 às 10h40
NASA/Linda Welzenbach Fries

Na semana passada, um meteoro “bola” de fogo cruzou os céus de pelo menos três estados norte-americanos e, ao explodir, espalhou fragmentos pelo sul do Mississipi. Agora, moradores parecem ter encontrado meteoritos que teriam se originado neste evento.

Na manhã do dia 27 de abril, um bólido (meteoro extremamente brilhante) foi observado no Mississipi, em alguns pontos dos estados do Arkansas e Louisiana. A “bola de fogo” tinha um brilho até 10 vezes mais intenso do que o da Lua Cheia e, ao explodir, liberou uma energia equivalente a 3 toneladas de TNT.

O fenômeno observado a partir do espaço (Imagem: Reprodução/NOAA)

Em uma publicação no Facebook, a NASA Meteor Watch disse que corrigiu o trajeto estimado da rocha espacial ao reanalisar os dados dos satélites GOES 16 e 17, da NOOA, que registraram o evento. O caminho agora passa mais ao leste do Mississipi.

No dia 2 de maio o escritório da NASA publicou a imagem de um meteorito, escuro como carvão, que sobrou do meteoro avistado. O pedaço de rocha espacial caiu sobre o sudoeste do Mississipi, em Natchez, e teria atingido o solo a uma velocidade de 3.201 e 482 km/h.

Muitas pessoas estão procurando a agência espacial para identificar o que elas acreditam ser possíveis fragmentos desse meteoro. A NASA, no entanto, deixa claro: existe uma lei nos EUA que diz que qualquer meteorito encontrado em solo privado pertence ao dono da propriedade. Ou seja, a agência não tem jurisdição sobre eles.

Um dos meteoritos gerados pelo meteoro da semana passada que caiu no sudoeste do Mississipi (Imagem: Reprodução/NASA/Linda Welzenbach Fries)

Além disso, a agência disse que seu foco não é identificar meteoritos. Em vez disso, ela solicita que as pessoas procurem a página da Universidade de Washington, em St. Louis. Lá, existem várias dicas e imagens que ajudam as pessoas a identificarem por conta própria se a rocha veio do espaço ou não.

Meteoritos raros podem valer até US$ 1.000 por grama. Já no caso dos condritos, um tipo comum de meteorito — parecido com o encontrado em Natchez — o valor por grama não passa dos US$ 0,50.

Fonte: Via Live Science

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.