Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Eclipse solar total tem 5 estágios; saiba quais são eles

Por| Editado por Luciana Zaramela | 08 de Abril de 2024 às 18h11

Link copiado!

NASA/Aubrey Gemignani
NASA/Aubrey Gemignani

O eclipse solar total apresenta cinco estágios, começando pelo início do evento e a transição da parcialidade para a totalidade. Essas fases podem apresentar fenômenos curiosos, como o anel de diamente de Baily e as misteriosas faixas de sombra na Terra.

Durante um eclipse solar total, a Lua bloqueia completamente o Sol, mas, claro, isso não ocorre repentinamente. O que acontece é que a Lua se posiciona gradativamente entre o Sol e a Terra, projetando sua sombra na superfície de nosso planeta.

Importante: jamais olhe diretamente para o Sol, mesmo durante o eclipse solar! O único momento seguro é o breve período da totalidade. 

Continua após a publicidade

Para qualquer outro estágio do evento, use óculos de proteção e/ou filtros específicos para câmeras e demais instrumentos.

Confira abaixo os cinco estágios do eclipse solar total.

1. Primeiro contato

O início do eclipse solar é marcado pelo instante em que a sombra da Lua “toca” a borda do disco solar, criando a ilusão de uma "mordida" em nossa estrela.

À medida que a Lua avança, ainda nos primeiros momentos, os observadores equipados com telescópios ou binóculos adequados para astronomia podem ver as contas de Baily — um fenômeno que torna o eclipse mais colorido!

Quando a luz solar atravessa a borda da Lua, revela as montanhas e vales que se elevam e afundam na superfície lunar.

As contas de Baily aparecem nesse momento, quando a luz se divide em diferentes cores formando pontos de várias cores.

Continua após a publicidade

O primeiro contato do eclipse solar total geralmente dura mais de uma hora, então há bastante tempo para acompanhar a Lua “engolindo” o Sol.

2. Segundo contato

A segunda etapa é bem curta e pode apresentar um ponto brilhante bem destacado na borda da Lua, conhecido como anel de diamante de Baily. Isso é um pouco mais raro e ocorre quando apenas uma conta de Baily aparece.

Continua após a publicidade

Nesse momento, os observadores já podem se preparar para registrar a totalidade.

3. Totalidade

É o grande momento quando a sombra lunar cobre completamente o Sol, transformando o dia em noite. Durante esse período, a coroa solar e a cromosfera podem se tornar visíveis ao redor da borda da Lua.

Planetas e estrelas também podem aparecer no céu escuro e a duração da totalidade varia dependendo do local, podendo durar cerca de meia hora até mais de 70 minutos.

Continua após a publicidade

Nesse período, as temperaturas caem e animais ficam quietos. O pico da totalidade é conhecido como o ponto máximo do eclipse e dura apenas alguns minutos.

4. Terceiro contato

Após a totalidade, as etapas anteriores começam a acontecer na sequência oposta. O terceiro contato é quando a Lua começa a se afastar do disco solar, permitindo que a luz apareça novamente no lado oposto do disco lunar. Como no segundo contato, os observadores podem ver as contas de Baily ao longo da borda da Lua.

5. Quarto contato

Continua após a publicidade

Por fim, a quinta etapa do eclipse solar total é marcada pelo afastamento da sombra lunar, revelando gradualmente nossa estrela.

Lembre-se que, se o primeiro contato é quando a Lua “toca” a beiradinha do Sol, o quarto contato é quando as bordas dos dois objetos estão se tocando pela última vez.

Isso significa que, no quarto contato, podemos considerar que o eclipse está encerrado, sem nenhuma sombra cobrindo o Sol.