Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Cosmonauta Oleg Kononenko quebra recorde de maior estadia no espaço

Por| Editado por Luciana Zaramela | 05 de Fevereiro de 2024 às 10h26

Link copiado!

Andrey Shelepin/NASA
Andrey Shelepin/NASA

O cosmonauta Oleg Kononenko acaba de quebrar o recorde de estadia mais longa no espaço. Segundo a agência espacial russa Roscosmos, ele passou mais de 878 dias e 12 horas em órbita, período acumulado ao longo das suas cinco jornadas à Estação Espacial Internacional (ISS).

De acordo com a Roscosmos, a marca foi alcançada às 5h30 no horário de Brasília, neste domingo (4). O esperado é que, até setembro, Kononenko chegue ao total de 1.110 dias no espaço. 

Em entrevista à agência de notícias estatal TASS, o cosmonauta afirmou que cada viagem ao laboratório orbital exigiu preparação cuidadosa devido às atualizações constantes por lá. “Eu voo ao espaço para fazer o que amo, não para bater recordes”, disse. 

Continua após a publicidade

Os números ficam ainda mais impressionantes se considerarmos que os astronautas costumam passar cerca de seis meses a bordo da ISS. O período é suficiente para causar efeitos físicos significativos, como perda de densidade óssea e atrofia muscular. 

Kononenko chegou ao laboratório orbital em setembro de 2023 acompanhado do cosmonauta Nikolai Chub e de Loral O'Hara. astronauta da NASA. Com seu recorde, ele superou a marca de Gennady Padalka, cosmonauta que somou mais de 878 dias e 11 horas em órbita.

Atualmente, o programa da Estação Espacial Internacional representa uma das poucas áreas em que os Estados Unidos e a Rússia seguem em colaboração desde a invasão da Ucrânia, no início do ano passado. Em dezembro de 2023, a Roscosmos declarou que concordou em seguir trabalhando com os norte-americanos para levar astronautas à ISS pelo menos até 2025

Continua após a publicidade

Fonte: Euronews, Reuters