Cofundador da Apple está criando sua própria empresa espacial privada

Cofundador da Apple está criando sua própria empresa espacial privada

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 13 de Setembro de 2021 às 16h07
CNBC

Steve Wozniak, cofundador da Apple, ao lado de Alex Fielding, fundador da Ripcord, estão lançando a empresa Privateer Space, que irá atuar no setor espacial. Se a descrição do negócio parece vaga, é porque a novidade foi anunciada em um tuíte enigmático de Wozniak, que trazia apenas um vídeo e uma mensagem que dizia que uma nova empresa espacial estava começando — e que “será diferente das outras”.

A publicação misteriosa foi feita neste domingo (12) e inclui um vídeo que ressalta a importância do trabalho em equipe para solucionar os problemas do mundo, um direcionamento diferente do que o nome Privateer ("corsário", em inglês) sugere. A narração no vídeo da publicação destacou que não se trata de uma corrida, competição ou de um jogo, e que “não somos uma pessoa, uma empresa, uma nação; somos um planeta”, em meio a imagens de voos espaciais e de eventos causados pelas mudanças climáticas.

Segundo a descrição do vídeo, a Privateer Space está trabalhando para manter o espaço seguro e acessível a toda a humanidade. Enquanto novos detalhes não são anunciados, o máximo que podemos fazer no momento é especular sobre a atuação do negócio. Por exemplo, como Wozniak já deu apoio a iniciativas variadas, como ambientais e de softwares de código-aberto, faz sentido concluir que empresa dificilmente terá objetivos militares.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Por outro lado, informações publicadas pela Desktop Metal, empresa dos Estados Unidos que produz e comercializa sistemas de impressão 3D, descrevem que a Privateer Space é uma nova empresa de satélites que terá atuação focada no monitoramento e limpeza de objetos orbitais. Na publicação, Wozniak comenta que "a equipe da Privateer Space poderá conseguir as capacidades de viabilidade e leveza necessárias para abrir o caminho para projetar e lançar satélites". Atualmente, há mais de 7.500 satélites ativos e fora de operação na órbita da Terra, e este número pode aumentar para 100.000 antes de 2030. 

Fonte: Futurism, Engadget, The Independent

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.