China lança nova missão tripulada neste sábado (16); conheça os taikonautas

China lança nova missão tripulada neste sábado (16); conheça os taikonautas

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 14 de Outubro de 2021 às 11h24
Xinhua

Durante uma coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (14), a agência China Manned Space Agency (CMSA) anunciou que, no próximo sábado (16), o país irá lançar a nave Shenzhou-13 levando três taikonautas rumo ao módulo Tianhe, da nova estação espacial Tiangong-3. O lançamento será realizado no Jiuquan Satellite Launch Center e está programado para acontecer às 00h23, no horário de Pequim, com um foguete Long March 2F. 

A bordo da cápsula, estarão os taikonautas Zhai Zhigang, Wang Yaping e Ye Guangfu. Zhai, que já serviu na missão Shenzhou-7, será o comandante da Shenzhou-13. Já Wang, que serviu na Shenzhou-10, será a primeira mulher astronauta da China que irá visitar a estação orbital e realizar atividades extraveiculares. Ye, por fim, terá sua primeira experiência no espaço. Durante a estadia nas novas instalações, o trio vai avançar nas atividades de construção da estação.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Entre os objetivos da missão, está a realização de experimentos com tecnologias essenciais para a montagem da estação espacial, como a transposição de módulos e operação remota, controlada manualmente. Eles deverão realizar entre duas e três saídas da cápsula para instalar um adaptador de montagem de braço duplo e suspensão de braços robóticos, necessários para preparar as instalações para as demais etapas de montagem da estação. Ainda, haverá experimentos e aplicações científicas em medicina aeroespacial e microfísica, além de atividades científicas e educacionais diversas.

Haverá também validação de procedimentos de garantia de saúde, vida e trabalho dos astronautas durante a estadia em órbita. As tarefas serão cumpridas ao longo de seis meses, o período mais longo já passado no espaço por astronautas chineses. Após entrar em órbita, a nave Shenzhou-13 irá conduzir uma manobra rápida e autônoma para realizar a acoplagem à porta do módulo Tianhe. Com o procedimento, será formada uma espécie de complexo com o módulo central e com as naves Tianzhou-2 e Tianzhou-3, que levaram suprimentos e artigos necessários para os astronautas passarem os meses da missão a bordo da estação.

Fonte: Xinhua, China Military, IT

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.