Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Foguete New Shepard da Blue Origin ainda não pode voar após incidente

Por| Editado por Patricia Gnipper | 28 de Setembro de 2023 às 11h51

Link copiado!

Blue Origin
Blue Origin

A Administração Federal de Aviação (FAA), a agência reguladora de voos nos Estados Unidos, finalizou a investigação do incidente ocorrido em um voo do foguete New Shepard, da Blue Origin, no ano passado. Em um comunicado publicado nesta quarta-feira (27), a FAA explica a causa da anomalia e aponta ações corretivas que devem ser tomadas.

O incidente aconteceu em setembro, quando a Blue Origin lançou a missão NS-23. Cerca de um minuto depois do lançamento, o motor principal do foguete New Shepard falhou e acionou o sistema de aborto da missão. A cápsula do foguete pousou suavemente ao solo com a ajuda de paraquedas, mas o propulsor se chocou contra o solo.

Já em março, uma investigação da Blue Origin apontou que o acidente foi causado por uma falha termoestrutural no motor que alimenta o primeiro estágio do New Shepard. A FAA parece ter chegado a uma conclusão semelhante: no comunicado, a agência afirma que o relatório final cita que “a causa imediata do acidente [...] foi a falha estrutural de um bocal do motor causada por temperaturas de operação do motor mais altas do que o esperado”.

Continua após a publicidade

Além disso, a FAA identificou 21 ações corretivas que a empresa deve aplicar para evitar que algo do tipo aconteça novamente. Não há detalhes sobre as ações, mas a agência afirmou que elas incluem mudanças no projeto do motor e de outros componentes para melhorar a performance, junto de mudanças organizacionais.

A conclusão da investigação não significa que a Blue Origin pode retomar os voos com o New Shepard. Para isso, a empresa precisa primeiro demonstrar que implementou as recomendações relacionadas à segurança pública. Depois, a FAA precisa emitir uma licença de lançamento modificada, necessária para que novos voos aconteçam.

A missão NS-23 representou o 23º lançamento geral do New Shepard; deste total, seis dos voos foram tripulados. Enquanto o foguete da Blue Origin segue em solo, a Virgin Galactic vem lançando diferentes missões tripuladas com seu avião espacial VSS Unity. A mais recente delas aconteceu em setembro, e a próxima deve ser lançada em outubro.

Fonte: FAA