Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Asteroide se aproximou da Terra e ficou mais perto que a Lua

Por| Editado por Luciana Zaramela | 04 de Junho de 2024 às 11h55

Link copiado!

urikyo33/Pixabay
urikyo33/Pixabay

O asteroide 2024 KA2 se aproximou da Terra na manhã de terça (4). A rocha espacial tem tamanho comparável ao de um ônibus, e ficou a cerca de 35 mil quilômetros da Terra durante a aproximação máxima. Apesar de a distância ser curta em termos astronômicos, a passagem do objeto não nos ofereceu riscos. 

Para comparação, considere que a distância média entre a Terra e a Lua é de 384.400 km. Portanto, podemos dizer que o asteroide 2024 KA2 ficou a cerca de 91% da distância lunar na aproximação máxima, ocorrida às 10h46 no horário de Brasília. 

Descoberto em 31 de maio por meio do levantamento Panstarrs, o asteroide 2024 KA2 tem diâmetro de aproximadamente 9 metros e é considerado um asteroide próximo da Terra (ou NEA, na sigla em inglês). 

Continua após a publicidade

Como o nome indica, os objetos deste tipo são aqueles cujas órbitas os deixam a cerca de 195 milhões de quilômetros do Sol, ou seja, que viajam pelos arredores orbitais do nosso planeta. 

Existem mais de 600 mil asteroides conhecidos no Sistema Solar, sendo que a maioria deles fica no Cinturão de Asteroides entre Marte e Júpiter; pelo menos 20 mil deles são asteroides próximos da Terra. 

Mas, afinal, por que estas rochas espaciais abandonam o Cinturão? Bem, os astrônomos acreditam que as interações gravitacionais causam perturbações na órbita destes objetos — e, às vezes, tais perturbações são suficientes para lançá-los para as proximidades da Terra.

Fonte: JPL, Virtual Telescope