Agora vai! NASA se prepara para "reta final" de testes para a missão Artemis I

Agora vai! NASA se prepara para "reta final" de testes para a missão Artemis I

Por Danielle Cassita | Editado por Rafael Rigues | 04 de Agosto de 2022 às 13h15
NASA

Bill Nelson, administrador da NASA, afirmou que a agência está pronta para a missão Artemis I, o primeiro passo para o retorno da humanidade à Lua. A fala de Nelson vem de uma entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (3), em que ele e outros representantes da agência espacial comentaram a "reta final" dos preparativos para a missão, com lançamento programado para 29 de agosto.

"Temos um encontro com a plataforma de lançamento no dia 29 de Agosto", disse o diretor de lançamento da Artemis I, Charlie Blackwell-Thompson, durante um evento de imprensa nesta quarta-feira (3). Há datas alternativas para o lançamento nos dias 2 e 5 de setembro.

Durante a Artemis I, a cápsula Orion será lançada sem tripulação com destino à Lua, para orbitá-la e retornar para a Terra. Nelson descreveu que a missão inaugural do programa deverá durar algumas semanas, e servirá para testar o hardware e sistemas da cápsula como preparação para voos tripulados no futuro.

Foguete SLS e cápsula Orion (Imagem: Reprodução/NASA)

“Temos muitos testes a fazer”, ressaltou. “Essa é, agora, a geração Artemis; éramos da geração Apollo, essa é nova”, observou ele. Já Mike Sarafin, gerente de missão da Artemis I, ressaltou que todos os detalhes serão analisados cuidadosamente, desde o deslocamento do foguete Space Launch System à plataforma até a amerissagem (nome dado ao pouso na água) no oceano.

Assim, Sarafin afirmou que tudo precisará funcionar perfeitamente. “Vamos voar no espaço profundo, um ambiente com alta radiação”, destacou. “Vamos experimentar como é para nossos astronautas voarem em missões subsequentes, sob essas condições”. Além disso, ele já antecipou que está empolgado para conferir as fotos que a cápsula Orion vai tirar, como "selfies” com a Lua e a Terra no fundo.

Bill Nelson foi bastante claro ao explicar que o retorno à Lua é apenas um passo para viagens tripuladas a Marte no futuro. “Vamos para Marte e vamos voltar à Lua para trabalhar, viver e sobreviver”, disse. “Vamos aprender como usar os recursos na Lua para poder construir coisas no futuro”.

Fonte: UPI

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.