Publicidade

Sandman | Netflix compara teaser com gibi e destaca fidelidade da série

Por| Editado por Jones Oliveira | 27 de Setembro de 2021 às 13h35

Link copiado!

Reprodução/Netflix
Reprodução/Netflix
Tudo sobre Netflix

O primeiro teaser de Sandman divulgado pela Netflix pegou todo mundo de surpresa pela fidelidade da série em relação aos clássicos e cultuados quadrinhos da Vertigo. Só que, muito mais do que o visual do protagonista Morpheus (Tom Sturridge), o pequeno trecho liberado impressiona pelo cuidado que a série vem tomando de recriar todos os momentos da HQ quase que de maneira literal.

Tanto que a própria Netflix divulgou outro vídeo colocando lado a lado o teaser com as páginas do gibi para destacar essa semelhança para os fãs. Nele, é possível ver como a produção se preocupou em adaptar até mesmo os mínimos detalhes, seja na ambientação e diálogos de invocação que Roderick Burgess (Charles Dance) faz para tentar aprisionar a Morte ou nas ferramentas que Morpheus traz para o plano dos humanos quando é capturado.

Continua após a publicidade

Essa fidelidade toda é uma excelente notícia não apenas para os fãs de Sandman e da obra de Gaiman, mas também um belo indicativo do que podemos esperar para a trama da série. Toda essa preocupação da Netflix em mostrar que o seriado está seguindo os quadrinhos quase que quadro a quadro também serve para indicar que histórias devemos ver na adaptação.

O ritual de invocação que aparece no teaser é a sequência de abertura da história O Sono dos Justos, a primeira escrita por Neil Gaiman para a sua reimaginação de Sandman. Ela conta justamente sobre como uma ordem ocultista consegue aprisionar Sonho por quase 70 anos. Nesse período, o mundo perde a sua capacidade de sonhar, até que o protagonista arranja um jeito de escapar de seus captores e segue em busca de suas ferramentas para recuperar o seu poder e restaurar seu reino. É aí que entram o elmo, a algibeira e o rubi que aparecem no trailer.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Dentro da HQ, o primeiro volume de toda a saga escrita por Gaiman é basicamente centrada na busca de Morpheus por esses apetrechos. É nesse contexto que ele se depara com John Constantine — que, na série, vai ser Johanna Constantine, vivida pela atriz Jenna Coleman — e vai ao Inferno barganhar com o próprio Lúcifer (Gwendoline Christie). Assim, levando em conta o elenco já escalado e o fato de que o teaser deu destaque a esses acessórios, é certo que pelo menos parte da primeira temporada deve focar no que o gibi Prelúdios e Noturnos apresentou.

Talvez a única grande mudança que a gente sabe que vai acontecer na adaptação da Netflix é que Morpheus não ficará aprisionado por 70 anos, mas por 105. Assim, ao invés de ser liberto em 1988 como no gibi, ele vai sair de seu cativeiro em 2021, como o próprio Neil Gaiman já antecipou.

Parece ser uma alteração pequena, mas é que existe um simbolismo dentro dessas sete décadas escolhidas pelo autor na obra original: esse período envolve o fim da Primeira Guerra Mundial e o término da Guerra Fria, o chamado “breve século XX”, e é bastante simbólico o autor ter apresentado que essa foi a época em que o mundo não sonhou.

Continua após a publicidade

Ainda assim, as expectativas para a adaptação de Sandman seguem muito altas, principalmente após o cuidado com a produção e a fidelidade das histórias. Na semana passada, produtores falaram também que o seriado não vai fugir dos temas complexos que a obra original apresenta.

Sandman segue sem data exata de lançamento na Netflix, mas o serviço de streaming garantiu que o novo seriado chega em algum momento de 2022.

Fonte: Netflix