Homem-Aranha: No Aranhaverso 2 | O que já sabemos sobre a aguardada sequência

Por Claudio Yuge | 29 de Julho de 2020 às 11h12
Sony

Homem-Aranha: No Aranhaverso 2 é um dos projetos mais aguardados para os próximos anos. Não somente por conta da expectativa dos fãs, mas porque é considerado um lançamento muito importante para a Sony Pictures e para o próprio futuro do personagem no Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês). Mas o que vem por aí? Quais versões devem aparecer? Há a possibilidade de derivados? A seguir estão algumas respostas baseadas em conversas de produtores e elenco e rumores dos bastidores de Hollywood.

Atenção, abaixo há spoilers sobre o primeiro filme!

Bem, como vimos em Homem-Aranha: No Aranhaverso, Miles Morales se torna o Homem-Aranha quando o Peter Parker de sua Terra morre. Um aparato criado pela Doutora Octopus, a mando do Rei do Crime, criou uma máquina que trouxe versões do Amigo da Vizinhança de realidades paralelas. Nas cenas pós-créditos, todo mundo ficou ansioso após ver um teaser da participação do Homem-Aranha 2099, um dos favoritos dos fãs e que teve uma bem-sucedida série nos quadrinhos nos anos 1990.

Embora não hajam detalhes sobre do que se trata a trama da sequência, tudo indica que o Homem-Aranha 2099 será um viajante do tempo/dimensões — isso aconteceu nas revistas em suas últimas aparições e um dispositivo no braço do personagem durante a cena do longa original reforça essa ideia. Assim, é possível que a passagem entre realidades continue aberta, possivelmente por conta dos eventos do primeiro filme.

O Homem-Aranha 2099 (Reprodução/Sony Pictures)

No nível pessoal, Miles já terá mais experiência como aracnídeo, então o roteiro deve se concentrar no amadurecimento dele como herói e no romance com Gwen Stacy. A produtora Amy Pascal adiantou em conversas anteriores que havia um subplot inicial envolvendo mais cenas com o casal, contudo isso acabou cortado para dar mais tempo de tela para os outros Aranhas e à própria aventura — afinal, a presença do Peter Parker da Terra-616, conhecida como a “Terra Primordial” do Universo Marvel, roubou o espetáculo.

Outra expectativa fica por conta da própria técnica de animação, que trouxe um formato completamente diferente de narrativa, cheia de grafismos inovadores, com cores fora de registro e movimentação nunca vistos no setor. Segundo o produtor Christopher Miller a ideia é manter o pioneirismo, com a evolução do que vimos no primeiro filme: “O desenvolvimento de técnicas artísticas inovadoras para o próximo filme do Aranhaverso já me surpreendem”, disse, em um recente tweet.

Quais versões devem aparecer?

No primeiro Homem-Aranha: No Aranhaverso, tivemos dois Peter Parker (Jake Johnson), um da Terra-616 e outro da Terra-1610, que é a do Universo Ultimate, casa do Miles Morales (Shameik Moore). Também vimos a Spider-Gwen (Hailee Steinfeld), o Porco-Aranha (John Mulaney), Peni Parker (Kimiko Glenn) e o divertido Homem-Aranha Noir (Nicolas Cage).

Como dito acima, é quase certo que teremos a adição do Homem-Aranha 2099 (Oscar Isaac). A sequência então terá a volta de Miles e Gwen e há grandes chances de também vermos o Peter Parker da Terra-616, mais como um mentor nos bastidores. Os próprios produtores Phil Lord e Miller adiantaram que gostariam de ver Cindy Moon, também conhecida como Silk; e Hobart Brown, o anarquista Spider-Punk. Além disso, Miller confirmou que o Homem-Aranha japonês de um seriado do final dos anos 1970 já foi recriado para as telonas.

Rumores recentes indicam que May Parker, a Spider-Girl que é filha de Peter Parker e Mary Jane Watson, também dará as caras. Ela apareceria como uma forma de robô gigante do herói, baseada na figura do mecha Leopardon, famoso na TV oriental — o que reforça a presença do Homem-Aranha japonês.

Estaria May Parker chegando ao Aranhaverso com uma versão do mecha Leopardon?
(Reprodução/Pinterest)

Participação especial de Maguire, Garfield e Holland?

Uma entrevista de Tom Holland, publicada em junho do ano passado, revelou que ele teria uma pequena participação em Homem-Aranha: No Aranhaverso. Contudo, seria algo muito pequeno, apenas para que os fãs encontrassem posteriormente como easter egg.

Isso gerou uma série de especulações sobre a possibilidade de Tobey Maguire e Andrew Garfield, os intérpretes anteriores a Holland no papel do Cabeça de Teia nos cinemas, pudessem fazer parte dessa brincadeira. Teve até quem cogitou a reunião desse trio no próximo longa do Homem-Aranha no Marvel Studios.

Embora isso não passe apenas de uma projeção, vale destacar que o pessoal da Marvel e da Sony estão bastante atentos aos comentários dos fãs, e não dá para destacar a possibilidade de o trio ter alguma participação secreta em Homem-Aranha: No Aranhaverso 2 — o que seria muito divertido.

Animação representa muito para o acordo Sony/Marvel

As negociações entre Amy Pascal e Kevin Feige, produtores da Sony Pictures e do Marvel Studios, respectivamente, eram bastante simples e mais amigáveis no começo. Isso porque a franquia, que atualmente pertence à gigante japonesa, não vinha de bons resultados. Além disso, Pascal passou por momentos difíceis, quando deixou de ser chefe da Sony Pictures em 2015, por conta de vazamento de dados sigilosos. Então, naquela momento, ela precisava de Feige para reerguer o Homem-Aranha — e sua própria carreira.

Como sabemos, o acordo deu certo e Tom Holland se tornou uma peça-chave no MCU. E daí veio o sucesso de Homem-Aranha: No Aranhaverso, que trouxe animação inovadora e ganhou o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Animação de 2019. Essa ascensão endureceu as coisas para Feige, pois Pascal, agora com mais moral na empresa, passou a exigir mais controle sobre o herói no Marvel Studios e a inclusão de outros personagens no MCU, a exemplo de Venom e Morbius.

Reprodução/Variety

Foi justamente nessa época, em dezembro de 2018, que a Sony lançou o primeiro trailer de Homem-Aranha: Longe de Casa, sem avisar o Marvel Studios. Alguns elementos presentes na prévia continham spoilers do que aconteceria em Capitã Marvel e Vingadores: Ultimato, que ainda não haviam estreado. E isso deixou Feige furioso.

Por isso, assim que Homem-Aranha: Longe de Casa entrou em cartaz, Feige anunciou que a parceria teria acabado e o Amigo da Vizinhança voltaria para a Sony. Eis que entraram em cena os fãs, Holland e a própria Disney, que interviram na situação e, mais calmo, Feige costurou um novo acordo, que prevê mais conexões entre as produções da Sony Pictures e do Marvel Studios.

Vale destacar que o sucesso de Homem-Aranha: No Aranhaverso 2 é considerado primordial para a manutenção dessa “conversa amigável” pois o longa deve ser o início de várias outras propriedades relacionadas, tanto no cinema quanto na TV. E, enquanto isso estiver deixando a Sony contente, o diálogo entre a companhia japonesa e a Disney promete se manter equilibrado.

Possíveis derivados e data de lançamento

Dito isso, Pascal já tem em mente outros filmes que teriam leves interações com o MCU, com a possibilidade de adaptações da vilã Madame Teia e das anti-heroínas Gata Negra e Sabre de Prata. Já os derivados de Homem-Aranha: No Aranhaverso envolvem praticamente todos os personagens apresentados no primeiro longa, em especial Spider-Gwen.

Reprodução/Marvel Comics

Além disso, já estariam em desenvolvimento uma animação somente com as versões femininas, que teriam a liderança da Mulher-Aranha Jessica Drew. Os produtores também afirmaram que gostariam de ver uma série baseada no Porco-Aranha, que se encaixa bem em tramas voltadas para o público infantil.

Já a produção de Homem-Aranha: No Aranhaverso 2 reiniciou os trabalhos recentemente, em junho. Comandado pelo diretor Joaquim dos Santos (de animações da DC e de Avatar : A Lenda de Aang), com roteiro de David Callaham (Mulher-Maravilha 1984), o projeto estava parado devido à pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), e agora tem previsão de lançamento no dia 6 de outubro de 2022.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.