5 filmes vencedores do Oscar para assistir no Disney+

Por Beatriz Vaccari | Editado por Jones Oliveira | 24 de Abril de 2021 às 16h30
Divulgação / Walt Disney Pictures, Animation e NatGeo

Estamos nos aproximando de mais uma edição do Oscar, evento que reconhece os melhores desempenhos da indústria cinematográfica no último ano. Em uma noite de puro luxo e garbo, estatuetas são distribuídas para premiar os profissionais que atuam tanto na frente quanto por trás das câmeras; com todos os prêmios passando por uma rígida avaliação e votação realizada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Dando continuidade à série de filmes vencedores do Oscar para assistir no streaming, é claro que o Disney+ não poderia faltar. Mas é importante esclarecer que nem todos desta lista são, de fato, animações. A categoria de Melhor Animação só foi estabelecida em 2001, porém Walt Disney era premiado desde 1932, com alguns de seus longa-metragens animados sendo reconhecidos com prêmios honorários até enfim poderem concorrer em uma categoria própria.

Além de indicações, esta lista traz um pouco do contexto histórico de cada prêmio recebido pelo cartunista e seu estúdio, para além de você entrar no clima do Oscar ainda ficar sabendo de curiosidades da cerimônia. É claro que, num catálogo tão amplo quanto o do Disney+, é inevitável incluir produções do National Geographic na categoria de Melhor Documentário, então os fãs de produções como essa também poderão conferir uma dica do que assistir.

Confira a lista completa abaixo, prepare a pipoca e boa sessão!

5. Flores e Árvores

q(Imagem: Divulgação / Walt Disney Animation)

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas surgiu em 1927, mas a categoria de curta-metragens foi criada apenas em 1932, dividida entre Comédia, Inovação e Desenho Animado. Acredita-se que esta última tenha surgido apenas para reconhecer o trabalho de Walt Disney, já que ele levou a vitória em todos os anos entre 1932 e 1939, chegando a ocupar quatro indicações de uma vez só, em 1938.

Flores e Árvores, disponível no Disney+, foi o marco dessa história, já que foi o primeiro curta animado premiado na história do Oscar e, consequentemente, o primeiro prêmio da Academia recebido por Walt Disney.

Venceu a categoria: Melhor Curta-Metragem de Animação.

4. Free Solo

Imagine escalar uma formação rochosa sem nenhum equipamento de segurança sequer. Esse foi o sonho realizado por Alex Honnold no documentário Free Solo, que acompanha o alpinista na escalada livre no El Capitan, o monólito de granito de 910 metros de altura presente no Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia.

A produção retrata de perto todo o preparo (físico e mental) que o alpinista teve para encarar a perigosa atividade que veio a ser o maior feito da sua bem-sucedida carreira. Durante 1h40, Jimmy Chin e Elizabeth Chai Vasarhelyi prometem deixar o espectador intrigado do início ao fim, mostrando que o Oscar de Melhor Documentário em 2019 foi mais do que merecido.

Venceu a categoria: Melhor Documentário.

3. Procurando Nemo

Como falamos no início desta lista, a categoria de Melhor Animação foi estabelecida apenas em 2001, e um filme da Pixar bem adorado pelos fãs fez história ao ser a primeira produção dos estúdios a levar a estatueta para casa em 2004: Procurando Nemo, dirigido por Andrew Stanton. O longa concorria diretamente com Irmão Urso e o belga Les triplettes de Belleville num ano em que apenas três filmes disputaram a estatueta e dois anos após a inauguração da categoria (que anteriormente premiou Shrek, em 2002 e A Viagem de Chihiro, em 2003).

Venceu a categoria: Melhor Animação.

2. Mary Poppins

Nenhuma das animações de Walt Disney conseguiu concorrer à categoria de Melhor Filme na história do Oscar. No entanto, em 1964, chegava aos cinemas um live-action que mudaria a vida de dezenas de gerações e marcaria permanentemente a história dos estúdios: Mary Poppins, estrelado por Julie Andrews e Dick Van Dyke.

O musical foi indicado a 13 categorias no Oscar de 1965, incluindo a de Melhor Filme, mas acabou perdendo esta para My Fair Lady. Ao agradecer uma de suas cinco vitórias naquela noite, Walt discursou: "Conhecendo Hollywood, nunca tive esperança de que Mary Poppins recebesse algum prêmio. Aliás, a Disney nunca fez exatamente parte de Hollywood, como vocês sabem".

Venceu as categorias: Melhor Atriz (Julie Andrews); Melhor Trilha Sonora; Melhor Canção Original; Melhor Edição e Melhores Efeitos Visuais.

1. Branca de Neve e os Sete Anões

Em 1939, Walt Disney aguardava ansiosamente no Hotel Biltmore em Los Angeles um prêmio honorário que a Academia fez questão de lhe dar pelo seu trabalho em Branca de Neve e os Sete Anões, seu primeiro longa-metragem animado. O cartunista já havia ganhado sete estatuetas em sua carreira, mas daquela noite seria entregue pelo filme ser "uma significativa inovação no cinema, que encantou milhares de espectadores e foi o pioneiro de um imenso campo novo de entretenimento para os desenhos animados", já que a categoria de Melhor Animação em Longa-Metragem ainda não existia na época.

A Academia de Cinema sentia que Branca de Neve precisava ser reconhecido, mas não havia a possibilidade de colocá-lo para concorrer na categoria de Melhor FIlme, e muito menos premiá-lo. Segundo a autobiografia de Frank Capra, Presidente da Academia, a ideia do prêmio honorário para a animação de Disney foi um Oscar em tamanho normal acompanhado de sete miniaturas para representar a princesa e os sete anões.

Venceu a categoria: Oscar Honorário.

Bônus: Pantera Negra

Pantera Negra fez história no Oscar em 2019 a não apenas ser indicado em sete categorias, mas faturar três estatuetas da premiação para a Marvel, as primeiras do estúdio. O longa também estava indicado na categoria principal da noite, de Melhor Filme, mas acabou perdendo para Green Book: O Guia.

Além da representatividade e importância do filme para o cinema de super-heróis, Pantera Negra mostrou-se merecedor de todo o reconhecimento que teve após o lançamento e provou ir muito além de uma história sobre o príncipe T'Challa e o Universo Cinematográfico Marvel.

Venceu as categorias: Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino e Melhor Trilha Sonora.

Com informações de: Segredos de Walt Disney, livro de Jim Korkis

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.