Walt Disney

Walter Elias Disney, Fundador da The Walt Disney Company
  • Nascimento

    05 de Dezembro de 1901 em Chicago, Illnois, Estados Unidos

  • Morte

    15 de Dezembro de 1966 em Burbank, Califórnia, Estados Unidos

Walter Elias Disney nasceu em 5 de dezembro de 1901 em Chicago, Illinois, nos Estados Unidos. Foi o criador da maior empresa de entretenimento do mundo que leva seu nome, a The Walt Disney Company. Além de animador, dublador e produtor cinematográfico, Walt Disney é o recordista com o maior número de estatuetas do Oscar, tendo ganho 22 de 59 indicações.

Walt sempre demonstrou um interesse muito grande em desenhar, desde criança, que foi logo cortado pelo seu pai, que não permitia de jeito nenhum seu filho ter algum tipo de talento voltado para a arte.

Em 1921, Walt Disney criou a Laugh-O-Gram com o irmão Roy e o amigo Ub Iwerks, uma pequena empresa responsável por animar contos de fadas cujas produções eram exibidas no cinema local. Quando mudaram-se para Hollywood, fundaram o Disney Brothers’ Studio, onde produziram o “Alice Comedies”, uma de suas primeiras séries animadas. Disney também criou Oswald, O Coelho Sortudo, que foi roubado pela distribuidora Margaret Winkler, que passou a ter os direitos do personagem em 1928.

Já casado com Lillian Bounds, uma de suas funcionárias, Walt já havia perdido a maior parte de sua equipe junto com Oswald e precisava de um novo personagem para pagar as dívidas do estúdio. Foi então que nasceu Mickey Mouse, desenhado por Ub Iwerks e inicialmente chamado de Mortimer Mouse que depois ganhou o famoso nome sugerido pela esposa do animador que também deu voz ao ratinho até 1947. Em 1928, Mickey apareceu pela primeira vez em um curta chamado “Plane Crazy”, mas só ficou famoso após o lançamento do curta “Steamboat Willie”.

Em 1931, o estúdio de Disney passou por uma crise muito séria. O animador perdeu o contrato com o ex-executivo da Universal Pictures, Pat Powers, que estava com os estúdios desde a criação de Mickey, e com ele, o amigo Ub Iwerks, que passou a trabalhar para Powers. Walt passou por um colapso nervoso na época que o fez tirar férias prolongadas em Cuba com Lillian.

Os estúdios assinaram com a Columbia Pictures para distribuir as animações de Mickey, que popularizaram o desenho para fora dos Estados Unidos. Em 1932 ganhou seu primeiro Oscar com “Flowers and Trees”, o primeiro curta em cores em três tiras de Technicolor. Disney também recebeu um Prêmio Honorário pela criação de Mickey Mouse na cerimônia daquele ano.

Custando três vezes acima do orçamento, Walt começou a produzir o longa-metragem animado de “Branca de Neve e os Sete Anões” em 1934, já cansado de produzir curtas. Muitos na indústria cinematográfica apostaram que a invenção levaria o animador e os estúdios à falência, uma vez que não existiam longa-metragens animados na época. A produção durou quatro anos e o filme estreou oficialmente em dezembro de 1937, sendo muito bem recebido pelo público e pela mídia e que levou o animador a ganhar um Prêmio Honorário da Academia pela produção.

“Branca de Neve” foi o pontapé inicial para uma fase que os fãs e o Museu da Família Walt Disney chamam de Era de Ouro, que são os primeiros filmes dos estúdios que tiveram a presença de Walt Disney na produção. O estúdio começou a trabalhar em “Pinóquio” em fevereiro de 1938 e “Fantasia” em novembro do mesmo ano. Ambos longas foram lançados em 1940, porém não tiveram um desempenho tão bom como “Branca de Neve” nas bilheterias. Roy e Disney viram o estúdio entrar numa crise financeira após a recepção dos dois filmes, em parte porque o início da Segunda Guerra Mundial levou as receitas da Europa a caírem em 1939. Com as dificuldades, a produção de “Dumbo” teve que ser interrompida, e o filme foi lançado somente em outubro de 1941.

“Bambi”, seu último longa da Era de Ouro, lançado em 1942, também teve um mau desempenho nas bilheterias. O público e a mídia acharam o filme muito triste para crianças e começaram a questionar se Disney estava em um bom momento para produzir animações.

Após oito anos do estúdio envolvido em uma política conservadora, Disney lançou “Cinderela”, entre outras animações até a inauguração da Disneyland em 1955, que foi transmitida em rede nacional para 70 milhões de pessoas. Até o ano de sua morte, o animador lançou “Alice no País das Maravilhas”, “Peter Pan”, “A Dama e o Vagabundo”, “101 Dálmatas”, “A Bela Adormecida” e “A Espada era a Lei”. Além disso, começou a trabalhar em “Mogli, o Menino Lobo” e num novo parque temático chamado EPCOT. Em 1964, lançou o live-action “Mary Poppins”, com Drew Barrymore e Dick Van Dyke.

Walt Disney sempre fumou muito, embora não fosse muito fã de cigarros, andava com um cachimbo desde jovem. Em novembro de 1966, foi diagnosticado com um câncer de pulmão e acabou falecendo no mesmo ano, dez dias após seu aniversário de 65 anos, em 15 de dezembro. O EPCOT acabou ficando por conta de seu irmão Roy, que também tocou o lançamento de “Mogli”.