Quanto custa assinar a Netflix: planos, valores e formas de pagamento

Quanto custa assinar a Netflix: planos, valores e formas de pagamento

Por Beatriz Vaccari | Editado por Jones Oliveira | 08 de Novembro de 2021 às 09h50
Giordano Rossoni/Unsplash

Embora seja um dos streamings mais populares da atualidade, assinar a Netflix é uma despesa que acaba pesando no bolso. Em julho de 2021, a empresa de entretenimento anunciou que aumentaria o preço da mensalidade em todos os pacotes — sendo o primeiro aumento da tarifa desde 2019, mas ainda assim ficando bem acima da inflação.

Segundo a companhia, os novos preços são justificados pelo tamanho do catálogo atual, que conta com inúmeras produções originais fora todos os filmes, séries, animes e documentários que são exclusivamente distribuídos pelo streaming. "Oferecemos diversos planos, a partir de R$25,90 por mês, para que as pessoas possam escolher um preço dentro de suas necessidades", comentou a Netflix em nota divulgada.

Aumento de conteúdo original foi o que motivou ao reajuste da tarifa mensal, diz Netflix (Imagem: Reprodução / Charles Deluvio - Unsplash)

No entanto, por mais que a empresa alegue que esse reajuste tenha sido pensado justamente para compensar o aumento de títulos originais, o brasileiro precisou repensar nessa conta ao colocar o valor na ponta do lápis — principalmente num momento financeiramente delicado para o país, que vive seu segundo ano em meio a uma pandemia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Vale destacar ainda que o aumento da assinatura pode ser um verdadeiro tiro no pé do streaming, visto que apenas em 2021 três concorrentes desembarcam no Brasil: Paramount+, em março; HBO Max, em junho; e Star+, no fim de agosto, todos eles com mensalidades abaixo dos R$ 30.

Não demorou muito para outros serviços de streaming reagirem diante da decisão tomada pela Netflix, sobretudo o Globoplay, que congelou o preço da assinatura até 2023, além de oferecer um ano grátis no Deezer, aplicativo de música. "O gás está caro. A comida está cara. O combustível está caro. Num momento onde tudo está caro, ainda tem gente aumentando preço de streaming", alfinetou a empresa no fim de julho em vídeo divulgado.

Mesmo assim, não dá para negar que hoje a Netflix está consolidada como um dos principais serviços de streaming no Brasil e no mundo. Se você procura por uma assinatura da plataforma, mas ainda não sabe qual escolher, o Canaltech preparou este guia para te dar um norte na hora de escolher o melhor plano entre os três oferecidos pela empresa, que variam entre R$25,90 a R$55,90 por mês. O catálogo é o mesmo para todos os planos, mas cada um possui diferentes benefícios. A seguir, confira as diferenças, os preços e as formas de pagamento.

Netflix: planos e valores disponíveis

Os planos variam entre R$25,90 a R$55,90 (Imagem: Reprodução / Charles Deluvio - Unsplash)

Básico (R$25,90 por mês)

O plano básico anteriormente custava R$ 21,90 ao mês, o que significa que o preço sofreu um aumento de 18,2%. Considerando as vantagens oferecidas, esse é o plano mais simples e econômico da Netflix. Os conteúdos são reproduzidos em qualidade SD, numa resolução 480p. Não existe a possibilidade de usar múltiplas telas simultâneas, além da possibilidade de baixar séries e filmes seja limitada a um dispositivo móvel. No entanto, é um plano indicado para quem procura por uma assinatura individual e utiliza computadores e dispositivos móveis para fazer suas maratonas.

Padrão (R$ 39,90 por mês)

O plano padrão anteriormente custava R$ 32,90 ao mês, o que significa que o preço sofreu um aumento de 21,2%. Essa assinatura permite até duas telas simultâneas no streaming, além de dar permissões de download para até dois dispositivos móveis diferentes. A resolução para a exibição de conteúdos é em Full HD, até 1080p. Este plano é bem indicado para quem procura dividir a assinatura com mais uma pessoa, além de consumir filmes e séries em alta definição.

Premium (R$ 55,90 por mês)

O plano premium anteriormente custava R$ 45,90 ao mês, o que significa que o preço sofreu um aumento de 21,7%. Esse é o plano "mais luxuoso" da Netflix, oferecendo reproduções dos conteúdos em resolução Ultra HD 4K, HDR, Dolby Vision e Dolby Audio, ou seja, a maior qualidade possível dentro do streaming. O número de telas simultâneas aumenta para quatro nesse plano, além de oferecer suporte para download em até quatro dispositivos móveis diferentes. Essa assinatura é indicada para quem deseja consumir conteúdos em altíssima qualidade e possui mais que duas pessoas que desfrutarão do acervo ao mesmo tempo, além de possuir televisor ou monitor compatível com as transmissões em 4K.

Netflix: formas de pagamento

São diversas formas de pagamento para atender a demanda do consumidor (Imagem: Reprodução / Charles Deluvio - Unsplash)

Para pagar a sua assinatura, a Netflix aceita opções por conta bancária e via assinatura de operadoras, tudo para atender a diferentes demandas dos consumidores. Nos pagamentos por conta bancária, são aceitos cartões de crédito, débito e cartões de crédito pré-pagos. Operadoras como Claro/NET, TIM e Vivo oferecem planos com a assinatura inclusa, enquanto Claro/NET e TIM permitem incluir o valor à fatura mensal.

Quem deseja comprar também seus próprios cartões pré-pagos, a Netflix oferece uma série deles que são vendidos digitalmente e em lojas físicas, com saldo abatido na parcela mensal da assinatura.

Fonte: Netflix (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.