10 melhores filmes LGBTQIA+ no Amazon Prime Video

10 melhores filmes LGBTQIA+ no Amazon Prime Video

Por Diandra Guedes | Editado por Jones Oliveira | 28 de Junho de 2022 às 18h00
Reprodução/Amazon Studios, Bold Films, Fractal Features

O Amazon Prime Video tem em seu catálogo diversas opções de filmes LGBTQIA+ para quem quer assistir uma obra que tenha representatividade. Entre as opções há comédias, dramas, romance, entre outros gêneros que contemplam as várias letras da sigla.

Você vai encontrar desde o francês de época Colette, até o drama chileno Tenho Medo Toureiro. Isso sem mencionar o já consagrado As Vantagens de Ser Invisível com Emma Watson, a Hermione do Harry Potter, e o vencedor do Oscar, Moonlight. Pensando nisso, listamos os 10 melhores longas LGBTQIA+ para assistir na plataforma.

10. Mariposas Verdes

O drama dirigido por Gustavo Nieto Roa conta a história de um jovem chamado Mateo que se apaixona por Daniel. Tudo vai bem, mas quando esse romance é descoberto, ele tem que tomar uma difícil decisão: lutar por sua liberdade ou sucumbir ao preconceito da sociedade.

O filme é uma produção espanhola e traz no elenco Deivi Duarte, Diana Caicedo, Brisa Botero, Kevin Bury, entre outros nomes. Mas, atenção: a obra tem gatilhos de suicídio.

9. Tio Frank

Esse longa, indicado ao Emmy em 2021 na categoria Melhor Telefilme, conta a história de Frank e sua sobrinha de 18 anos, Beth. Eles viajam juntos para Carolina do Sul a fim de ir ao funeral do patriarca da família.

No caminho, eles são inesperadamente acompanhados por Walid, o amor da vida de Frank. O longa é de Alan Ball, roteirista vencedor do Oscar por Beleza Americana e fala de afetividade, aceitação e laços familiares.

8. Nina

Este filme é um drama romântico polonês que conta a história de Nina, uma professora que está tentando engravidar. Depois de muito buscar, ela e seu marido encontraram a mulher ideal para ser a barriga de aluguel. Acontece que da relação de Nina com essa mulher acaba surgindo uma paixão arrebatadora e que a colocará em uma situação complicada.

7. Minhas Mães e Meu pai

Nic e Jules são um casal de mulheres que têm dois filhos adolescentes, Joni e Laser, frutos de inseminação artificial. Os garotos decidem conhecer o pai biológico e embarcam em uma aventura sem que as mães saibam. Quando Paul, o pai, aparece tudo muda, uma vez que ele passa a fazer parte do convívio da família.

O filme é de 2010, da diretora Lisa Cholodenko, e traz Julianne Moore (A Mulher na Janela) e Mark Ruffalo (De Repente 30) no elenco. Ele discute o conceito de família e de paternidade.

6. At The End of The Day

Mais um drama para assistir e se emocionar. Esse filme de Kevin O'Brien conta a história de um professor conservador que trabalha em uma escola cristã. Ele se infiltra em um grupo LGBTQIA+, que está trabalhando para que jovens sem teto da comunidade ganhem um abrigo.

Ao conviver com pessoas tão diferentes da sua bolha, o professor começa a desconstruir suas ideias e conceitos. Com narrativa lenta e suave, o longa traz boas lições de vida e de respeito. At The End of The Day ganhou o New Hope Film Festival de 2018, na categoria Melhor Filme (Júri Popular).

5. Tenho Medo Toureiro

Representando a letra T da sigla, esse filme chileno conta a história de uma travesti idosa e pobre que, em meio à turbulenta ditadura de Pinochet no Chile, se arrisca em uma operação clandestina. Ela faz isso após se apaixonar por um guerrilheiro que a pediu para esconder segredos perigosos da resistência em sua casa.

O filme, que foi lançado em 2020, é um drama poderoso e muito elogiado que foi exibido no Festival de Veneza.

4. Beijos Escondidos

O longa francês conta a história de Nathan, um adolescente de 16 anos que vive com seu pai, Stephane. Quando entra na nova escola, acaba sendo convidado para uma festa, onde se apaixona por Louis.

Os dois garotos vivem um romance escondido. Até que, em um dos encontros, alguém tira uma foto do beijo deles e a publica no Facebook. Após esse incidente, o casal tem que lidar com bullying e rejeição.

3. Moonlight: Sob a Luz do Luar

Moonlight conta a história de vida de Chiron, um jovem gay que vive em uma comunidade pobre em Miami. Na emocionante obra, são retratados três momentos diferentes da história do protagonista: o bullying da infância, as crises de identidade na adolescência e a tentação do mundo do crime na vida adulta.

No Oscar de 2017, o longa foi vencedor das categorias Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Ator Coadjuvante para Mahershala Ali.

2. As Vantagens de Ser Invisível

Essa produção de 2012 traz no elenco Logan Lerman (Percy Jackson e o Ladrão de Raios), Ezra Miller (Precisamos Falar Sobre o Kevin), Emma Watson (Harry Potter), e conta a história de Charlie, um garoto que tem dificuldades de interagir com as pessoas da escola. Sua vida muda quando ele conhece Patrick e Sam.

A temática LGBTQIA+ é representada por Patrick, que mantém um relacionamento escondido com Brad, que não é assumido por conta de sua família. O filme, dirigido por Stephen Chbosky, ganhou diversos prêmios, incluindo o San Diego Film Critics Society Award na categoria Melhor Elenco.

1. Colette

Esse drama de época conta a história de Sidonie-Gabrielle Colette (Keira Knightley), uma romancista francesa que está em um casamento abusivo com o escritor Henry "Willy" Gauthier-Villars (Dominic West). Em um determinado momento de sua vida, sob pressão do marido, ela aceita escrever um romance e deixá-lo assinar.

Acontece que o livro faz um grande sucesso e Colette decide, então, reivindicar a autoria da obra e se divorciar de Henry. Após esse momento, ela passa a ter controle de sua vida e se envolve em uma nova relação amorosa, dessa vez com uma mulher.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.