Produtos entregues em 1 hora? Sode e Magalu querem reduzir ainda mais esse tempo

Produtos entregues em 1 hora? Sode e Magalu querem reduzir ainda mais esse tempo

Por Rui Maciel | 19 de Agosto de 2021 às 09h20
Captura da imagem: Rui Maciel

No último dia 21 de junho, o Magazine Luiza anunciou o lançamento de uma modalidade de entrega que promete a chegada de produtos na casa do cliente em até uma hora. Com o nome de #Piscou,Chegou, ela usará as lojas físicas da rede como mini centros de distribuição para garantir a agilidade das entregas.

O benefício é oferecido sem custo adicional no valor do frete, sendo que os itens contemplados pela modalidade serão identificados com um selo no site e também terão um mecanismo de filtro, tanto na versão web, quanto no aplicativo. Inicialmente, essa categoria funcionará em nove capitais brasileiras (São Paulo, Belém, Salvador, Recife, Fortaleza, Maceió, Aracajú, João Pessoa e Teresina), além de duas cidades do interior (Campina Grande e Ribeirão Preto), sendo que a modalidade será válida para produtos de até 6kg (sem limite de valor).

Na época do anúncio, Luiz Fernando Kfouri, diretor de entregas rápidas do Magalu, afirmou que a empresa investiu maciçamente em tecnologia, a partir do Luizalabs - divisão de inovação do Magazine Luiza - tanto para estoquista conseguir operar de forma rápida na loja, quanto para o acionamento do motorista que fará a coleta nas unidades da rede e também realizará a entrega. "A comunicação do Magalu com o parceiro se dá via API e todo o acompanhamento da entrega para o cliente é feito de forma automática" explicou o executivo. "A tecnologia é essencial tanto para a operação na loja, quanto para o tracking dos compradores".

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

E considerando que as entregas ultrarrápidas são um fator decisivo de venda no varejo brasileiro — a taxa de conversão é 62% maior para pedidos nesta modalidade em comparação com o prazo de 48 horas — o Magalu deu um passo além: no último dia 26 de julho, a companhia anunciou a compra da Sode, plataforma de logística urbana. Sediada em Recife, a logtech está presente em oito estados (São Paulo, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Piauí e Sergipe), tem mais de mil entregadores ativos (que fazem cerca de 2 milhões de entregas por ano) e conta com tecnologia proprietária especializada em gestão, roteirização e rastreamento de entregas realizadas por parceiros.

A startup já atuava em parceria com o Magalu na modalidade de entregas ultrarrápidas, mas, agora, com a fusão entre ela e a rede varejista, o plano é ir além: reduzir ainda mais esse tempo e ganhar um diferencial importante junto aos concorrentes de peso, como Mercado Livre e Amazon.

E tecnologia para isso não vai faltar. Em entrevista ao Canaltech, André Montenegro, co-fundador e CEO da Sode, explicou que um dos principais objetivos nessa nova fase é fazer com que as entregas "baixem a barra do tempo". Segundo ele, esse é um exercício que a companhia faz todo dia:

"Já pensamos em entregas em 30 minutos, 15 minutos, até 10 minutos. Pensamos diariamente em como atingir esses prazos. Já tivemos entregas de 10 minutos e até mesmo abaixo disso, mais precisamente 7 minutos", disse Montenegro. "O desafio, claro, é como tornar isso uma coisa contínua. Há muitos fatores envolvidos para que isso se torne realidade, mas essa é uma busca incansável. Se hoje conseguimos realizar entregas em um tempo médio de 37 minutos, o próximo pensamento é 'E aí? Vamos fazer [a entrega] em 25 hoje?' Essa é uma realidade de curto prazo ' ". 

Para chegar a tempos cada vez mais curtos de entrega, Montenegro explica que a Sode vem desenvolvendo tecnologias que se tornarão um padrão em um futuro próximo. Um deles é a auto expedição, ou seja, todo o processo de despacho automatizado de produtos, que trará ainda mais velocidade e precisão. "A medida que a gente consegue definir processos automatizados tanto de segurança – como facematch — e autenticação, como também de movimentação de produtos, mais rápido conseguiremos entregar. Esse é o desafio atual. Aumentar a eficiência, consumindo menos recursos. Resolvendo essa equação frequentemente, o tempo de entrega diminui cada vez mais".

André Montenegro, CEO e co-fundador da Sode: próximo objetivo é realizar entregas em menos de uma hora (Imagem: Arquivo pessoal / Linkedin)

Entregas ultrarrápidas para o marketplace

A parceria da Sode com o Magalu é uma boa notícia também para os sellers (vendedores) que usam a plataforma de marketplace da rede varejista. Isso porque ela planeja realizar entregas ultrarrápidas também nesta modalidade, o que pode impactar as vendas desta categoria de forma considerável.

No entanto, a capilaridade do marketplace representa um desafio. "Entregas ultrarrápidas nessa categoria elevam a dificuldade. Isso porque você passa a ter vários ambientes de baixa demanda, localizados em pontos mais distantes", afirmou Montenegro. "O grande desafio é ancorar as operações no entorno dos sellers e criar áreas de overlap. O objetivo é ter várias 'regiões âncoras' conectadas e que mantêm o nível do serviço [de entregas ultrarrápidas]. Dessa forma, poderemos atender os sellers".

 O serviço de entregas ultrarrápidas do Magalu passa a atender também os sellers do marketplace (Imagem: Divulgação / Sode)


André afirma ainda que a Sode nasceu já pensando nesse cenário e agora, com o Magalu, a tarefa ficou — senão mais fácil — mais tranquila para se resolver:

"Com o Magalu, há muita demanda por produtos vendidos via marketplace. E com isso é possível criar vários hubs [de entregadores] para plugar todos os sellers. Isso já é algo que nós já praticávamos", disse Montenegro. "Mas também há restrições. Com um seller que está muito distante e que tem baixa demanda não será possível aplicarmos as entregas ultrarrápidas. Mas todos que estiverem na área de cobertura receberão o selo com esse benefício"

Entrega ultrarrápida em 100% da rede

Atualmente, os serviços da Sode já estão presentes de Belém (norte) a Porto Alegre (sul), basicamente em todas as capitais e também em cidades de médio porte, como Franca, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, além de municípios das regiões metropolitanas. E até o final do ano, a empresa espera ultrapassar barreira das 100 cidades — 110 municípios para ser mais exato.

E com a aquisição da logtech, o benefício de entregas ultrarrápidas ganha musculatura para se expandir por todas as lojas do Magalu. Hoje, o serviço está disponível em mais de 200 unidades e, até o final do ano, Montenegro espera ultrapassar a barreira das 500 lojas. E, conforme o planejamento da companhia, o objetivo é que as entregas em uma hora estejam em 100% da rede varejista em até dois anos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.